Passat LSE 1987 mais de 170000 unidades vendidas

Criado em 1983 como moeda de troca, o Brasil mandava Passat LSE em troca de Petróleo, e a Petrobrás reembolsava a montadora

O modelo era uma versão de luxo destinada ao Iraque, baseada no LSE que foi produzido aqui no Brasil, a partir de 1977/1978, 4 portas com um acabamento interno diferenciado e com opcional para ar – condicionado, tmbém foi o primeiro VW ao lado do passat TS a receber a nova versão do motor MD-270 1.6, em 1984 passou a ser chamado de LSE Paddock, em 1985 voltou a ser rebatizado apenas de LSE.

A versão tipo exportação Passat LSE, vinha com ar – condicionado de série, radiador duplo com tubulação de cobre, para poder enfrentar as altas temperaturas e o processo acelerado de corrasão das regiões desérticas do oriente médio, estofamento aveludado com cores fortes, vinho, azul, ou um cinza mais suave.

O grande problema da parceria que envolvia, Volkswagen do Brasil, Petrobrás e governo iraquiano, fio o desgaste pela guerra irã X Iraque, que começou em 1980 e se estendeu até o fina de 1988, em 1986 com o país devastado pelo conflito, as vendas ficaram em baixa, o excedente ficou n mercado interno brasileiro, que foi comercializado até o início de 1988.

Mesmo assim entre os anos de exportação 1983 e 1988, foram despachados pelo porto de Santos mais de 170.000 unidades com destino ao Iraque, eu passei minha adolescência na cidade de Cubatão, beira da Via Anchieta, caminho para o porto de Santos, ficava todos os dias a tarde vendo dezenas de cegonheiros carregados de Passat LSE com destino ao porto.

Desempenho

O motor MD – 270 1.6, dava ao carro um ótimo desempenho na área urbana, com um câmbio 4 marchas de relações curtas, engates precisos e macio, deixava o carro divertido de dirigir.

Na estrada o conjunto motor e câmbio, faziam com que o Passat LSE 1987 atingisse facilmente a velocidade 140 KM/h, com velocidade final real de 151 Km/h.

A estrutura do Passat Quadrado, ainda era a mais equilibrada do Brasil, muito eficiente em curvas de alta, mesmo com piso molhado, em retas se mantinha estável sem balanços.

Acabamento Externo

Frente com faróis duplos, com moldura cromadas, grade de ar do motor com frisos na horizontal, e logo “1.6”.

Para – choques envolventes em vinil preto, com as setas dianteiras embutidas.

Frisos emborrachados em toda a extensão lateral do carro.

Rodas de aço, tradicionais VW, com as simpáticas calotas cromadas a centro.

Maçanetas na cor preta com detalhes cromados.

Retrovisor satélite, com controle mecânico interno.

Lanternas traseiras tricolor, frisadas.

Logo “Passat LSE” na tampa traseira do porta malas.

Acabamento Interno

Painel moderno de fácil visualização, com conta – giros e indicador de mudanças de marchas.

Relógio digital junto aos mostradores.

Volante anatômico de dois raios.

Voltímetro e temperatura do óleo no console do câmbio de marchas.

Rádio AM-FM toca fitas Bosh.

Porta fitas K7, com espaço para duas unidades.

Acendedor de cigarros.

Cinzeiro embutido no painel.

Ventilador de 4 velocidades.

Ar – condicionado.

Ar – quente.

Acabamento dos bancos e portas em tecido vermelho aveludado;

Encosto de cabeça para 4 passageiros, os dianteiros com regulagem de altura.

Apoio para o braço no banco traseiro.

Acionamento dos vidros, manual basculante.

Assoalho e porta – malas, acarpetados.

Desembaçador elétrico dos vidro traseiro.

Ficha Técnica – Passat LSE 1987

Porte Médio;

4 portas;

Motor VW MD – 270 1.6;

Cilindros 4 em linha;

Longitudinal;

Tuchos mecânicos;

Tração Dianteira;

Combustível Gasolina;

Carburador;

Direção Simples;

Câmbio manual de 4 marchas;

Embreagem monodisco a seco;

Freios a disco sólido nas rodas dianteiras e tambor nas rodas  traseiras;

Peso 1022 KG;

Potência 72 CV;

Potência Máxima 5200 RPM;

De 0 a 100 – 15,5 Segundos;

Velocidade máxima 151 KM/h;

Consumo Consumo na Cidade 9 KM/L – Estrada 13 KM/L;

Porta malas 362 Litros;

Carga útil – 450 KG;

Tanque de combustível 60 Litros;

Preço atualizado Não informado;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária.

Passat Antigo – Carros antigos

Deixe uma resposta