fbpx
Pular para o conteúdo

Opala Super Luxo, a versão que nunca existiu mas já deu o que falar

Opala Super Luxo
Compartilhe

Opala Super Luxo, a versão que nunca existiu mas já deu o que falar, entenda melhor a história. No dia 23 de novembro de 1968, já como modelo 1969, o gigante da Chevrolet é apresentado no salão do automóvel, onde começam as vendas. As primeiras configurações apresentadas foram: A versão de entrada “Standard”, e a top de linha “Luxo”.

Mas no final de 1970 já como modelo 1971, a montadora inicia o processo de reposicionamento das versões, e apresenta novas configurações. A versão Standard é substituída pela Especial, com o motor 2500, se mantendo com versão de entrada.

A versão Luxo é reposicionada para versão intermediaria, oferecida com os motores 2500 ou 3800 de 6 cilindros. E nasce a nova versão top de linha “Gran luxo”, porém ainda equipada apenas com o motor 2.5 de 4 cilindros. O motivo?

Nas primeiras semanas de vida a nova versão Gran luxo não recebeu o motor 6 cilindros 3800, pois a chevrolet aguardava o fim do marketing de lançamento da versão esportiva SS com o novo motor 4100 de 6 cilindros, para também equipar a Gran Luxo.

Durante as mesmas semanas a versão intermediária “Luxo”, ainda era equipada com o motor 3800 de 6 cilindros, e custava mais caro que a versão top de linha, que estava sendo disponibilizada apenas com o motor 2.5. Em muitas concessionárias, vendedores ofereciam a versão intermediária “Luxo 3800”, dizendo essa agora é uma versão Super Luxo, é mais cara e tem o motor mais potente que a Gran Luxo. Assim nasceu o nome da versão que nunca existiu Opala Super Luxo

Mas logo no mês de janeiro a Chevrolet colocou os pingos nos is. A versão top de linha passa a ser equipada com o motor 4100 de 6 cilindros do Opala SS, e finalmente se torna a configuração mais cara da montadora. Mas a versão fictícia, continuou no imaginário de muitos brasileiros, e até hoje a versão Luxo é carinhosamente chamada por muitos de, Super Luxo.

O exemplar da nossa matéria é um Opala Luxo 1974, equipado com o motor 2.5 de 4 cilindros código 151, entregando 90 cv, torque máximo 18 kgfm a 3000 rpm, velocidade final real de 145 km/h e aceleração de 0 a 100 em 18,5 km/h. Quanto ao consumo, na cidade 7 km/l e na estrada 9 km/l.

Acabamento Externo

Faróis –  Redondos de lentes boleadas, embutido com recuo em uma moldura;

Setas dianteiras – Embutidas nos para – lamas;

Para – choques –  Em lâminas de aço carbono cromadas;

Faróis de neblina – Não;

Grade de ar do motor – Com frisos na horizontal, e a gravata Chevrolet ao centro;

Retrovisores Externos – Cromados, redondos;

Frisos – Não;

Rodas – Tradicionais da família Opala, com lindas calotas cromadas;

Maçanetas – Cromadas;

Logo – “Opala De Luxo, Na lateral dos pra lamas dianteiros;

Lanterna Traseira – Em cor única;

Bagageiro – Não;

Teto Solar – Não;

Limpador do vidro traseiro – Não;

Acabamento Interno e Instrumentos

Painel – Com mostradores básicos em escala circular;

Conta – giros – Não;

Acabamento do painel – Em courvin e aço na cor preto;

Volante – De dois raio;

Sistema de som – Sim;

Ventilador – Sim;

Ar – condicionado – Não;

Ar –  quente – Opcional;

Luz de leitura – Não;

Relógio – Analógico;

Acendedor de cigarros – Sim;

Cinzeiro – Sim;

Acionamento dos vidros – Manual basculante;

Sistema de travamento das portas – Mecânico;

Ajuste dos retrovisores externos – Manual;

Acabamento dos bancos – Em courvin;

Acabamento das portas – Em vinil, com detalhes cromados;

Luz de Sinalização no rodapé das portas – Não;

Banco traseiro – Sem acessórios;

Encosto de cabeça – Não;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro – Não;

Assoalho – Acarpetado;

Porta-malas – Acarpetado;

Ficha Técnica – Opala Super Luxo – A versão Luxo do Ano de 1974

Carroceria – GM Sedan;

Porte – Grande;

Portas – 4;

Motor –  2.5 cód 151;

Cilindros – 4 em linha;

Posição – Longitudinal;

Peso Torque – 61,1 kg/kgfm;

Tração – Traseira;

Combustível – Gasolina;

Alimentação –  Carburador;

Direção – Simples – Opcional para hidráulica;

Câmbio – Manual de 3 velocidades, alavanca na coluna de direção;

Embreagem – Monodisco a seco;

Freios – Freio a disco sólido nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;

Peso – 1100 kg;

Comprimento – 4580 mm;

Distância entre-eixos – 2667 mm;

Largura – 1758 mm;

Altura – 1384 mm;

Potência – 90 cv;

Cilindrada – 2471 cm³;

Torque máximo – 18 kgfm a 3000 rpm;

Potência Máxima – 4400 rpm;

Aceleração de 0 a 100 – 18,5 Segundos;

Velocidade máxima – 145 km/h;

Consumo: Cidade 7 km/l – Estrada 9 km/l;

Autonomia: Cidade 378 km – Estrada 486 km;

Porta malas – 430 Litros;

Carga útil – Não informado;

Tanque de combustível – 54 Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 335.990,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos.

Opala Super Luxo

Carros antigos

Astra GSi 2003, chega ao mercado a fera 2.0 16V, alcançando mais de 200 km/h Gol Quadrado GTi, em 1992 a montadora comemorou 12 anos da carroceria BX Puma GTE 1977 o primeiro grande pico de vendas da montadora Porsche 911 L, a versão comercializada na terra do Tio Sam em 1968 Fiorino 96, com motor 1.5, Zero km um colecionável que nunca foi emplacado Caminhonetes antigas Ford sucesso em eventos de carros antigos MP Lafer carros fora de série com o legitimo chassi MP Honda SUV ZR V 2024 preço ficha técnica e equipamentos Fusca 96 Itamar Série especial última edição da geração refrigerada a ar Carro para o dia a dia Vectra 4 portas 2.2 8V excelente relação custo benefício

CONTATO Fale Com o Motor Tudo no Facebook.

Carros antigos