Nova Brasília VW o bochincho que durou mais de 10 anos

Nova Brasília VW
Compartilhe

Nova Brasília VW o bochincho que durou mais de 10 anos, um efeito bastante comum em alguns modelos, muito queridos pelo público que acabam sendo descontinuados no auge das vendas.

Na verdade o que houve, foram os testes do VW Gol nas versões “S” e “LS” no início de 1984, já com o novo motor do MD-270 1.6 refrigerado a água, que seria lançado em setembro ou outubro de 1984 já como modelo 1985.

O novo projeto ainda ganhou a mesma frente do Voyage e Parati. O problema é que os veículos foram testados com o visual camuflado por uma capa. Os apaixonados pelo VW Brasília que viram os teste no pátio da montadora, e no sistema de rodovias Anchieta Imigrantes, imediatamente pensaram, olha ai o novo VW Brasília, a notícia correu muito rápido e foi muito longe.

Em 1985 eu estava no Vale do Paraíba, que é uma região industrial do interior de SP. Em conversa com alguns funcionários, que trabalhavam em empresas que forneciam matéria prima para a Volkswagen, os mesmos cravaram que o VW Brasília iria voltar.

Ainda afirmaram que, os testes estavam sendo realizados em São Bernardo do Campo, e que as pessoas que viram o carro, ouviram até o barulho do motor que era igualzinho o do Passat. Os boatos correram o Brasil, e duraram por muitos meses.

Até algumas fotos foram tiradas por curiosos, mas na verdade eram foto do VW Gol de 1984/85, que estavam sendo testados no pátio da fábrica. Sabe aquelas fotos de disco voador, escura e bem desfocadas, mas nitidamente dava para ver que não era nenhum novo projeto.

O bochincho voltou a tona entre os anos de 1992 e 1994, novas fotos da suposta nova Brasília VW, voltaram a circular no ABC paulista. As fotos tinham a mesma qualidade das imagens divulgadas da primeira série de boatos na década de 1980, escuras, distantes e desfocadas. Algum tempo despois descobriram que eram as fotos de o VW Pointer, o derivado do Escort, lançado pela Autolatina em 1994.

Hoje na internet, existem diversos sites que insinuam a volta do hatch refrigerado a ar, mas na prática a própria montadora nunca fez nenhum anúncio. E no que se refere ao marketing, trazer de volta a vida um veículo com uma nova plataforma utilizando o nome da capital de um país, talvez não seja uma boa ideia.

VW Brasília, VW Fusca, Passat Quadrado, Chevrolet Opala e Chevrolet Monza, bons exemplos de veículos que deram adeus ao mercado, ainda com uma grande legião de fãs e compradores ativos. O resultado são os famosos boatos que acabam surgindo nas rodas de amigos, no cafezinho da tarde ou no chopp de sexta feira.

Acabamento Externo

Faróis – Redondos duplos na horizontal, com lentes boleadas;

Setas dianteiras – Embutidas no para – choque;

Para – choques –  Em lâminas de aço carbono cromados;

Grade de ar do motor – Entradas laterais de ar;

Retrovisores – Estilo raquete, metálico;

Frisos – Não possui;

Rodas – De aço tradicionais VW Brasília, com calotas copinho de plástico;

Maçanetas – Cromadas;

Logo – Na tampa traseiro “VW Brasília”;

Lanterna Traseira – Tricolor, com luz de ré;

Bagageiro – Não;

Teto Solar – Não;

Limpador do vidro traseiro – Não;

Acabamento interno e Instrumentos

Painel – Com mostradores básicos em escala circular;

Acabamento do painel – Em vinil e aplique imitação de madeira jacarandá;

Volante – Volante de dois raios estilo canoa;

Sistema de som – Opcional;

Ventilador – Sim;

Ar – condicionado – Não;

Ar –  quente – Sim;

Luz de leitura – Não;

Relógio – Opcional;

Acendedor de cigarros – Sim;

Cinzeiro – Sim;

Acionamento dos vidros – Manual basculante;

Sistema de travamento das portas – Mecânico;

Ajuste dos retrovisores externos – Manual;

Acabamento dos bancos – Em courvin;

Acabamento das portas – Em vinil;

Luz de Sinalização no rodapé das portas – Não;

Banco traseiro – Sem acessórios;

Encosto de cabeça – Não;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro – Não;

Assoalho – Acarpetado;

Porta-malas – Emborrachado;

Ficha Técnica – Nova Brasília VW – ano 1976

Carroceria – VW Hatch;

Porte – Compacto;

Portas – 2;

Motor – VW Boxer 1600;

Cilindros – 4 opostos;

Posição – Longitudinal;

Tuchos – Mecânicos;

Tração – Traseira;

Combustível – Gasolina;

Alimentação –  Carburador;

Direção – Simples;

Câmbio – Manual de 4 velocidades;

Embreagem – Monodisco a seco;

Freios – Freio a disco sólido nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;

Peso – 896 KG;

Comprimento – 4010 mm;

Distância entre-eixos – 2400 mm;

Potência – 60 cv;

Cilindrada – 1584 cm³;

Torque máximo – 12 kgfm a 3000 rpm;

Potência Máxima – 4600 rpm;

Aceleração de 0 a 100 – 20,2 Segundos;

Velocidade máxima – 130 km/h;

Consumo: Cidade 8,9 km/l – Estrada 11 km/l;

Autonomia: Cidade 409,4 km – Estrada 506 km;

Porta malas – 140 Litros;

Carga útil – Não informado;

Tanque de combustível – 46 Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 102.990,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos.

Nova Brasília VW
Nova Brasília VW

Deixe um comentário