MP Lafer 1981 puro glamour no início da década

Um fora de serie, com jeito de esportivo clássicos europeu, uma cópia do britânico MG TD de 1952, para quem tinha muito dinheiro no bolso e um gosto mais excêntrico.

Durante a década de 1970 ele foi um dos modelos nacionais mais glamourosos do Brasil, mas na década seguinte ganhou o título de exótico, um dos modelos nacionais mais comercializado pela classe artística.

Lafer S/A produzia carros que tinham um visual muito próximo do inglês MG TD, e eram vistos no mercado brasileiro como modelos das celebridades, bonitos, luxuosos e muito bem equipados, mas a partir do o ano de 1982, perdeu bastante espaço entre os nacionais mais emplacados, principalmente com achegada na nova geração de esportivos médios e compactos das montadoras em série.

Desempenho

Estabilidade –  O conjunto, carroceria, chassi e suspensão, dava ao carro uma estabilidade regular, mesmo sendo um projeto desenvolvido com um foco esportivo, em curvas de alta não tinha a mesma eficiência de um esportivo em série.

Motor –  Utilizando o motor VW refrigerado a ar de 68 cv a gasolina, era de manutenção descomplicada e desempenho dentro dos padrões para um compacto da época.

Câmbio –  O câmbio manual de 4 velocidades, era o mesmo que equipava o VW Brasília, com engates precisos.

Retomadas e ultrapassagens – Para um modelo 1600 refrigerado a ar, era eficiente e seguro.

Consumo –  Para um motor 1600 a gasolina, fazer 8 km/l na cidade era uma boa média para um modelo de alto custo, mais detalhes na ficha técnica no final do post.

Acabamento Externo

Faróis –  Faróis redondos de lentes boleadas, embutidos em uma moldura satélite cromada;

Setas dianteiras – Posicionadas acima dos para-lamas;

Para – choques –  Em lâminas de aço carbono cromadas;

Faróis de neblina – Luzes de longo alcance posicionadas acima do para-choque dianteiro;

Grade de ar do motor – Entradas de ar forçado na parte superior da tampa do motor;

Retrovisores Externos – Satélite, metálico cromado;

Frisos – Não;

Rodas – Rodas enraiadas tradicionais MP Lafer;

Maçanetas – Cromadas;

Logo – “Lafer”, Na tampa do motor;

Lanterna Traseira – tricolor com luz de ré;

Bagageiro – Não;

Teto Solar – conversível;

Limpador do vidro traseiro – Não;

Acabamento Interno e Instrumentos

Painel – Com diversos mostradores em escala circular;

Conta – giros – Sim;

Acabamento do painel – com forração madeira;

Volante – Esportivo de três raios, com acabamento em madeira;

Sistema de som – Sim;

Ventilador – Sim;

Ar – condicionado – Não;

Ar –  quente – Sim;

Luz de leitura – Não;

Relógio – Analógico;

Acendedor de cigarros – Sim;

Cinzeiro – Sim;

Acionamento dos vidros – Manual basculante;

Sistema de travamento das portas – Mecânico;

Ajuste dos retrovisores externos – Manual;

Acabamento dos bancos – Em couro;

Acabamento das portas – Em couro;

Luz de Sinalização no rodapé das portas – Não;

Banco traseiro – Sem acessórios;

Encosto de cabeça – Para dois passageiros com regulagem de altura nos bancos dianteiros;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro – Não;

Assoalho – Acarpetado;

Porta-malas – Acarpetado;

Ficha Técnica – MP Lafer 1981

Carroceria – Conversível;

Porte – Compacto;

Portas – 2;

Motor –  VW Boxer 1600;

Cilindros – 4 opostos horizontalmente;

Válvulas por cilindro – 2;

Posição – Longitudinal;

Combustível – Gasolina;

Potência – 68 cv;

Peso Torque – 62,31 kg/kgfm;

Cilindrada – 1584 cm³;

Torque máximo – 13 kgfm a 3000 rpm;

Potência Máxima – 4800 rpm;

Tração – Traseira;

Alimentação –  Carburador;

Direção – Simples;

Câmbio – Manual de 4 velocidades com alavanca no assoalho;

Embreagem – Monodisco a seco;

Freios – Freio a disco sólido nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;

Peso – 810 kg;

Suspensão dianteira – Independente, braço arrastado – Barra de torção;

Suspensão traseira – Independente, semi-eixo oscilante – Barra de torção;

Comprimento – 3910 mm;

Distância entre-eixos – 2400 mm;

Largura – 1570 mm;

Altura – 1350 mm;

Aceleração de 0 a 100 – 23 Segundos;

Velocidade máxima – 123 km/h;

Consumo: Cidade 8 km/l – Estrada 11 km/l;

Autonomia: Cidade 328 km – Estrada 451 km;

Porta malas – 150 Litros;

Carga útil – Não informado;

Tanque de combustível – 41 Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 131.852,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos brasileiros.

Please follow and like us:

Deixe uma resposta