Landau 83 é descontinuado após 16 anos de sucesso

Compartilhe

De 1967 a 1983 a família Ford Galaxie no Brasil foi sinônimo de poder, bom gosto, riqueza e ostentação.

Ele chegou ao mercado em 1967 dando início a corrida dos gigantes de luxo no mercado brasileiro, seguido pela família Dodge e Chevrolet Opala, travou uma batalha que durou até o início da década de 1980 com o Landau 83.

Para muitos foi o modelo nacional mais luxuoso produzido no Brasil até a década de 1980, mas quem conheceu os modelos Dodge Magnum, Dodge Lebaron, Alfa Romeo 2300 e o Opala Diplomata, sabe que na prática houve uma equiparação no nível de conforto e acabamento.

A família Ford Galaxie Landau, também ficou bastante conhecida como o carro de passeio dos coronés, título dado a fazendeiros bem sucedidos e com poder político em cidades pequenas no interior do Brasil, um ótimo exemplo foi Sinhozinho Malta na novela Roque Santeiro de 1985, a Rede Globo utilizava um modelo alugado ano 1983.

Em 1983 foram produzidas as 125 últimas unidades, no dia 3 de abril de 1983 saiu da linha de montagem a última unidade, um Landau na cor Azul Marselha metálico e sem vinil no teto, totalizando 77.670 unidades produzidas em seus 16 anos.

Desempenho

Estabilidade –  O conjunto, carroceria, chassi e suspensão, dava ao carro uma boa estabilidade, mas se tratando de um modelo de grande porte, pesando quase duas toneladas, com uma suspensão muito macia e um sistema de direção hidráulica ainda não muito preciso, era sempre bom ficar atento em curvas de alta e em retas, em velocidades acima de 120 km/h.

Motor –  Utilizando o motor Ford Windsor 302 4.9 V8, conseguia unir confiança, robustez e muita força em um mesmo carro.

Câmbio –  O câmbio automático de 3 velocidades, não tinha as relações muito curtas, e as transferências tinha lá sua limitações com o motor em altas rotações.

Retomadas e ultrapassagens – Com um motor com muito fôlego, força e eficiência, eram sua marca registrada.

Consumo –  Para um motor de 8 cilindros a álcool de um carro de grande porte, fazer 3 km/l na cidade era considerado perfeitamente normal para o perfil de público que comprava o Ford Galaxie, e para os padrões da época, mas detalhes na ficha técnica no final do post.

Acabamento Externo

Faróis –  Duplos, posicionados na horizontal, de lentes redondas boleadas, embutido com recuo em uma moldura na cor grafite;

Setas dianteiras – Embutidas na vertical nos para – lamas;

Para – choques –  Em largas lâminas de aço carbono cromadas, com friso emborrachado na parte superior;

Faróis de neblina – Não;

Grade de ar do motor – Com frisos na vertical, seguindo as linhas do capô;

Retrovisores Externos – Cromados, quadrados;

Frisos – Metálico em toda a extensão do rodapé lateral do carro;

Rodas – Tradicionais da família Galaxie, com lindas calotas cônicas de aço escovado;

Maçanetas – Cromadas;

Logo – “Ford”, No capô dianteiro, e Álcool na lateral do para – lama traseiro;

Lanterna Traseira – Em cor única, dividida em três blocos na horizontal, luz de ré posicionada abaixo do para – choque;

Bagageiro – Não;

Teto Solar – Não;

Limpador do vidro traseiro – Não;

Acabamento Interno e Instrumentos

Painel – Com mostradores básicos em escala horizontal;

Conta – giros – Não;

Acabamento do painel – Em vinil e aço na cor preto;

Volante – De quatro raios de plástico injetado, revestido em vinil;

Sistema de som – Sim;

Ventilador – Sim;

Ar – condicionado – Sim;

Ar –  quente – Sim;

Luz de leitura – Não;

Relógio – Analógico ;

Acendedor de cigarros – Sim;

Cinzeiro – Sim;

Acionamento dos vidros – Manual basculante;

Sistema de travamento das portas – Mecânico;

Ajuste dos retrovisores externos – Manual;

Acabamento dos bancos – Em tecido plástico;

Acabamento das portas – Em couro, com detalhes cromados e aplique em madeira;

Luz de Sinalização no rodapé das portas – Sim;

Banco traseiro – Com apoio central para o braço;

Encosto de cabeça – Não;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro – Não;

Assoalho – Acarpetado;

Porta-malas – Acarpetado;

Ficha Técnica – Landau 83 Álcool

Carroceria – Sedã;

Porte – Grande;

Portas – 4;

Motor –  Windsor 302 4.9 V8 ;

Cilindros – 8 em V;

Posição – Longitudinal;

Peso Torque – 52,08 kg/kgfm;

Tração – Traseira;

Combustível – Álcool;

Alimentação –  Carburador;

Direção – Hidráulica;

Câmbio – Automático de 3 velocidades, alavanca na coluna de direção;

Embreagem – Conversor de torque;

Freios – Freio a disco sólido nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;

Peso – 1595 kg;

Comprimento – 5413 mm;

Distância entre-eixos – 3020 mm;

Potência – 154 CV;

Cilindrada – 4942 cm³;

Torque máximo – 35,6 kgfm a 2000 rpm;

Potência Máxima – 4200 RPM;

Aceleração de 0 a 100 – 14,5 Segundos;

Velocidade máxima – 160 km/h;

Consumo: Cidade 3 km/l – Estrada 5 km/l;

Autonomia: Cidade 321 km – Estrada 535 km;

Porta malas – 400 Litros;

Carga útil – Não informado;

Tanque de combustível – 107 Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 184.3216,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos brasileiros.

5 comentários sobre “Landau 83 é descontinuado após 16 anos de sucesso”

  1. Gostei muito do que vi, dados técnicos muitos específicos e precisos, e muitos detalhes.

  2. Já tive 4 Galaxie ao mesmo tempo, hoje tenho 2

    Gosto tanto desse troço q escrevi um livro

Deixe uma resposta