fbpx
Pular para o conteúdo

Kombi 1959 ano de importantes mudanças na segurança e mecânica

Kombi 1959
Compartilhe

Kombi 1959 ano de importantes mudanças na segurança e mecânica, ganha novo câmbio, novo sistema de partida e o motor passa a ser produzido em solo brasileiro. 50% de todas as peças da montagem da van alemã já eram brasileiras.

Em 1957 a Volkswagen já utilizava 50% das peças de sua van fabricadas no Brasil, em 1959 deixa de importar o motor 1200, agora fabricado por aqui. O novo câmbio passa a ter as 4 marchas sincronizada.

O modelo também ganha barra de proteção contra impacto no para choque dianteiro, que na prática era um tubo com uma boa espessura fixado na estrutura do veículo. Mas o upgrade que mais chamou a atenção foi a partida elétrica, chegava ao fim o pesadelo da partida com a manivela.

No início da década de 1960, tanto na Europa como nos Estados Unidos, o modelo recebeu seu primeiro upgrade significativo tanto no visual como na mecânica, passa a ser equipada de serei os motores 1500 e 1600, nasce a geração Clipper.

No Brasil o visual Corujinha e a configuração da carroceria, é mantida até 1975. Com 13 anos a mais de produção e centenas de milhares de unidades a mais produzidas. Hoje o país é o principal alvo de colecionadores europeus em busca de unidades da Kombi antiga. VÍDEO E IMAGENS ABAIXO

Kombi 1959

O Volkswagen Kombi 1959 da matéria recebeu no processo de restauração o motor boxer 1500, mas mantém todo o visual da configuração 1200. Na tradicional cor de época o azul Dove Blue.

Ficha Técnica – Kombi 1959 – Números na configuração original com o motor 1200

Carroceria – Van;

Porte – Médio;

Portas – 4;

Motor –  VW Boxer 1200 refrigerado a ar;

Cilindros – 4 opostos horizontalmente;

Posição – Longitudinal;

Combustível – Gasolina;

Potência – 36 cv;

Peso Torque – N/D kg/kgfm;

Cilindrada – 1210 cm³;

Torque máximo – 8,7 kgfm a 2500 rpm;

Potência Máxima – 4300 rpm;

Tração – Traseira;

Alimentação –  Carburador;

Direção – Simples;

Câmbio – Manual de 4 velocidades com alavanca no assoalho;

Embreagem – Monodisco a seco;

Freios – Freio a tambor nas quatro rodas;

Peso – 1120 kg;

Suspensão dianteira – Independente, braço arrastado – Barra de torção;

Suspensão traseira – Independente semi eixo-oscilante – Barra de torção;

Comprimento – 4300 mm;

Distância entre-eixos – 2400 mm;

Largura – 1746 mm;

Altura – 1925 mm;

Aceleração de 0 a 100 – N/D;

Velocidade máxima – 94 km/h;

Consumo: Cidade 5 km/l – Estrada 6,6 km/l;

Autonomia: Cidade 215 km – Estrada 283,8 km;

Porta malas – 750 Litros;

Carga útil – 810 kg;

Tanque de combustível – 43 Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 128.213,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

Kombi 1959
Imagens lartbr.com.br

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos.

Kombi 1959
Kombi 1959

Carros antigos

Astra GSi 2003, chega ao mercado a fera 2.0 16V, alcançando mais de 200 km/h Gol Quadrado GTi, em 1992 a montadora comemorou 12 anos da carroceria BX Puma GTE 1977 o primeiro grande pico de vendas da montadora Porsche 911 L, a versão comercializada na terra do Tio Sam em 1968 Fiorino 96, com motor 1.5, Zero km um colecionável que nunca foi emplacado Caminhonetes antigas Ford sucesso em eventos de carros antigos MP Lafer carros fora de série com o legitimo chassi MP Honda SUV ZR V 2024 preço ficha técnica e equipamentos Fusca 96 Itamar Série especial última edição da geração refrigerada a ar Carro para o dia a dia Vectra 4 portas 2.2 8V excelente relação custo benefício

CONTATO Fale Com o Motor Tudo no Facebook.

Carros antigos