fbpx
Pular para o conteúdo

Kadett Chevrolet, a versão SL/E de 1989 andava mais do que a montadora informava

Kadett Chevrolet
Compartilhe

Kadett Chevrolet a versão intermediária SL/E de 1989, vinha equipada com o motor 1.8 (A) de 99 cv, e velocidade final real de 177 km/h, mas o carro entregava mais potência, com um desempenho de esportivo.

Anúncio

A estratégia era bastante comum na década de 1980 por parte das montadoras. Para se livrarem dos impostos estratosféricos, por parte de governos estaduais e do governo federal, encima da potência do carro. Curiosamente todos os modelos VW com motores AP 1.8, como Gol GT e GTS (A), além do Passat GTS Pointer 1.8 (A), todos tinham 99 cv.

Quando o Kadett desembarcou no Brasil em 1989 sua potência também era 99 cv com o motor 1.8 (A). No ano de 1990 com um Kadett 1989 SL/E 1.8 (A), resolvi fazer um teste drive no exemplar de um parente. Em uma estrada dentro da minha cidade, estreita e com no máximo 7,7 km de extensão.

Alcancei a velocidade de 140 km/h, mas a sensação era que o carro estava em uma velocidade maior que o indicado no velocímetro. Achei que era o efeito ilusão, pelo fato da estrada ser muito estreita e ter em ambos os lados paralelepípedos. Na semana seguinte repeti o teste com dois amigos me acompanhando, um em um Fiat Prêmio 1.5 o outro em um Voyage com o motor AP 1.6.

Anúncio

Mais uma vez na pequena estrada, andei por aproximadamente 30 segundos a 140 km/h e tive a mesma sensação. Quando paramos os carros, meus amigos disseram: “Você é louco, a gente colou no velocímetro quase em 150 km/h e não conseguíamos te alcançar.

Levei o carro a uma concessionária Chevrolet do litoral Paulista, para verificar o problema no velocímetro, na extinta Chevrolet Afonso Veículos. A resposta do mecânico foi a que eu já esperava. “O velocímetro está funcionando perfeitamente, mas carros nacionais com motores 1.6 e 1.8, principalmente compactos e médios, tem mais potência que o informado, e os velocímetros vindos de fábrica, são confiáveis apenas até 110 km/h.

A resposta final veio algumas semanas depois, quando fiz uma viagem para o interior de SP com o mesmo carro, pela Rodovia Castelo Branco, me descuidei um pouquinho no peso do pé e quando percebi estava a 160 km/h, fui parado por um guarda rodoviário e fui informado pelo policial que estava a 168 km/h registrado pelo radar da polícia. Lógico que recebi uma multa.

Alguns km depois a cena se repete, estava em velocidade de passeio, mais uma vez a 160 km/h e lá vem outro guarda e mais uma multa. Segundo o policial o radar registrou 167 km/h. Um pouco indignado eu disse ao patrulheiro. Eu estava a 160 km/h e não a 167 km/h. E ele me respondeu. “Confie no velocímetro do seu carro no máximo até 100 km/h ou 110 km/h. Dai pra frente não marcam a velocidade exata.

Acabamento Externo

Faróis – Chanfrados de lentes planas;

Setas dianteiras – Embutidas no mesmo conjunto com os faróis;

Para – choques –  Envolventes na cor grafite, com um fino friso metálico;

Faróis de neblina – Não;

Grade de ar do motor – De plástico, na cor grafite, com frisos na vertical e horizontal;

Retrovisores Externos – Panorâmicos, com ajuste elétrico interno;

Frisos – Emborrachados, em toda a extensão lateral do carro, e o logo “Kadett SL/E”;

Rodas – 165/70 R13;

Maçanetas – Embutidas nas portas na cor grafite;

Logo – “1.8, na tampa do porta malas;

Lanterna Traseira – Tricolor com luz de ré;

Bagageiro – Não;

Teto Solar – Não;

Limpador do vidro traseiro – Sim;

Acabamento Interno e Instrumentos

Painel – Com mostradores básicos em escala circular;

Conta – giros – Sim;

Acabamento do painel – Em vinil na cor grafite;

Volante – Espumado de dois raios;

Sistema de som – Opcional;

Ventilador – Sim;

Ar – condicionado – Não;

Ar –  quente – Sim;

Luz de leitura – Sim;

Relógio – Digital;

Acendedor de cigarros – Sim;

Cinzeiro – Sim;

Acionamento dos vidros – Elétrico;

Sistema de travamento das portas – Elétrico;

Ajuste dos retrovisores externos – Elétrico;

Acabamento dos bancos – Em tecido aveludado;

Acabamento das portas – Em veludo e vinil;

Luz de Sinalização no rodapé das portas – Sim;

Banco traseiro – Bipartido, rebatível;

Encosto de cabeça – Vazados, para dois passageiros nos bancos dianteiros;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro – Sim;

Assoalho – Acarpetado;

Porta-malas – Acarpetado;

Fichas Técnica – Kadett Chevrolet – Versão SL/E – Ano 1989

Carroceria – GM Hatch;

Porte – Médio;

Portas – 2;

Motor –  Família II Chevrolet 1.8;

Cilindros – 4 em linha;

Posição – Transversal;

Peso Torque – 62,5 kg/kgfm;

Tração – Dianteira;

Combustível – Álcool;

Alimentação – Carburador;

Direção – Hidráulica;

Câmbio – Manual de 5 velocidades, alavanca no assoalho;

Embreagem – Monodisco a seco;

Freios – Freio a disco ventilado nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;

Peso – 1000 kg;

Comprimento – 3998 mm;

Distância entre-eixos – 2520 mm;

Largura – 1663 mm;

Altura – 1390 mm;

Potência – 99 cv;

Cilindrada – 1796 cm³;

Torque máximo – 16 kgfm a 3000 rpm;

Potência Máxima – 5600 rpm;

Aceleração de 0 a 100 – 11,4 Segundos;

Velocidade máxima – 177 km/h;

Consumo: Cidade 7,2 km/l – Estrada 10,8 km/l;

Autonomia: Cidade 432 km – Estrada 648 km;

Porta malas – 390 Litros;

Carga útil – 480 kg;

Tanque de combustível – 47 Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 139.752,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos brasileiros.

Kadett Chevrolet

Carros antigos

Abrir bate-papo
Olá 👋
Seja bem vindo

CONTATO Fale Com o Motor Tudo no Facebook.

Carros antigos