Gol GTi 2.0 1991 ganha frente nova, e a confiança do mercado

Compartilhe

Entre os anos de 1989 e 1990, os fãs de esportivos ainda torciam o nariz para os carros injetados, problemas de adaptação em 1989, fizeram com que o público ainda optasse por modelos carburados, mas o Gol GTi 2.0 1991, chegou ao mercado mostrando ser confiável, rápido e muito robusto.

No mesmo ano, o GTi ganha frente nova, uma opção para continuar a briga no mercado dos compactos, e também para atender as exigências de exportação para os E.U.A e outros países, que determinavam novas dimensões e posicionamento dos faróis.

1991 foi o ano do primeiro pico de vendas dos esportivo injetado, com o mercado mais confiante no sistema de injeção eletrônica, e com um preço não tão acima do irmão carburado o VW GTS 1.8, finalmente o Gol GTi 2.0 conquista seu espaço entre os nacionais mais vendidos.

Desempenho

Equipado com o já consagrado motor AP 2.0 segunda geração, com tuchos hidráulicos e injeção multiponto, na prática era confiável e muito rápido, entregando ótimos 120 cv e pesando pouco mais de 1 tonelada, ficava difícil ser superado.

Na estrada tinha uma ótima velocidade de cruzeiro, se mantendo acima de 160 km/h por longos períodos sem oscilações, e sem passar vibrações para a carroceria, era o carro nacional com maior velocidade final real.

O câmbio de relações curtas, oferecia engates precisos e macios, mesmo com o motorista engatando as marchas com força, a eficiência era a mesma, divertido de dirigir e com muita esportividade.

Na cidade era imbatível, o melhor do Brasil em aceleração de 0 a 100 Km/h, só perdendo em retomadas de 0 a 40 KM/h para o Uno 1.6R.

O conjunto carroceria, chassi e suspensão, do Gol Quadrado, era muito eficientes em curvas de alta, mesmo com piso molhado.

Acabamento Externo

Frente com faróis retangulares, embutidos em um mesmo conjunto com as setas;

Grade de ar na cor grafite, com frisos na horizontal;

Para – choques envolventes bicolor, preto e cinza, com um fino friso azul, dando um ar todo esportivo;

Luzes de longo alcance redondas na parte superior do para – choque dianteiro;

Farol de neblina embutido no para – choque dianteiro, com desenho que acompanham as linhas do carro;

Faixa lateral esportiva em toda a extensão do carro, em tons cinza e preto;

Rodas cinzas de liga – leve, 185/60 R14;

Retrovisores da cor do carro;

Logo “GTI” na coluna central da carroceria;

Antena no teto estilo barbatana;

Aerofólio traseiro, pintado na cor do carro;

Limpador do vidro traseiro;

Lanternas traseiras bicolor, fumê;

Logo “GTI” na tampa do porta – malas;

Moldura preta em acrílico para placa;

Saída dupla do escapamento, estilo GT.

Acabamento Interno

Painel satélite com conta-giros e escala em vermelho;

Volante espumado, quatro bolas, modelo esporte fino;

Acendedor de cigarros;

Cinzeiro no console da alavanca do câmbio;

Acabamento de bancos e portas em tecido em tons cinza e amarelo;

Bancos esportivos Recaro;

Encosto de cabeça vazado nos bancos dianteiros;

Porta malas e assoalho acarpetado, com tecido em alto padrão;

Vidros, travas e retrovisores com ajuste elétrico;

Ar-condicionado;

Ar quente;

Rádio toca-fitas AM/FM digital.

Porta fitas K7;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro.

Tapetes com Logo VW;

Assoalho e porta – malas acarpetados.

Ficha Técnica – Gol GTi 2.0 1991

Carroceria Hatch;

Porte Compacto;

2 portas;

Motor VW AP 2.0 segunda geração;

Cilindros 4 em linha;

Válvulas por cilindro – 2;

Longitudinal;

Tuchos Hidráulicos;

Tração Dianteira;

Combustível Gasolina;

Injeção Multiponto;

Direção Hidráulica;

Câmbio manual de 5 marchas;

Embreagem monodisco a seco;

Freios a disco ventilado nas rodas dianteiras e tambor nas rodas  traseiras;

Peso 1025 kg;

Potência 120 cv;

Torque Máximo 17,5 kgfm a 3000;

Potência Máxima 5600 rpm;

De 0 a 100 – 8,8 Segundos;

Velocidade máxima 185 km/h;

Consumo Consumo na Cidade 8,7 km/l – Estrada 13,6 km/l;

Porta malas 146 Litros;

Carga útil 340 kg;

Tanque de combustível 47 Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 106.058,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos brasileiros.

Carros Clássicos Brasil – Gol Quadrado

Deixe uma resposta