fbpx
Pular para o conteúdo

Fusca Oval 1955 com carroceria americana e câmbio de SP2, simplesmente incrível

Fusca Oval 1955
Compartilhe

Fusca Oval 1955 com carroceria americana e câmbio de SP2, simplesmente incrível. O modelo passou por um processo de customização onde recebeu o motor boxer 1600 com dupla carburação e freios a disco.

O carro é o tradicional VW Fusca norte americano, com as famosas setas estilo tetinhas na parte frontal inferior do para lama dianteiro. Rodas SprintStar aro 15” e volante flat4, painel central com 3 relógios, bancos com regulagem graduada e Faróis Bosch do Porsche 356. Este é o tipo de exemplar que faz os fãs do besouro sonharem acordados.

O Fusca equipado com motor 1600 com dupla carburação, normalmente alcança velocidade final de 138 km/h e acelera de 0 a 100 em 18,3 segundos. Mas com o upgrade que recebeu no conjunto propulsor, motor 1600, dupla carburação e câmbio de SP2, com certeza esses números mudam consideravelmente.

O exemplar deve alcançar fácil os 160 km/h e acelerar de 0 a 100 em 16 segundos. No processo de customização ainda recebeu ignição eletrônica, que da um giro mais estável ao motor em médias e altas rotações.

No mercado de carros clássicos, um Fusca com carroceria alemã ou americana da década de 1950, tem um preço muito próximo dos R$ 80.000,00. Mas uma unidade como a da matéria com faróis de Porsche e o raríssimo câmbio do SP2, os valores passam fácil da casa dos R$ 150.000,00.

O processo de restauração também influência direto no valor, para um veículo que passou por uma restauração classe “A”, o preço pode ser mais alto. Só um jogo de rodas Rodas SprintStar aro 15” com pneus novos, custa em média R$ 6.000,00.

No Brasil o Fusca Oval 1955, foi comercializado durante toda a década de 1950, mas na carroceria alemã. Era a geração importada na parceria entre a Brasmotor “Brastemp” e a VW. O modelo funcionava no sistema CKD que significa “Completely Knock-Down ou Complete Knock-Down, em inglês” é um kit das partes completamente não montadas. Chegava através do Porto de Santos, e eram montados em um galpão em São Paulo.

Fusca Oval 1955

Ficha Técnica – Fusca Oval 1955

Carroceria – VW Sedã; Porte – Compacto; Portas – 2; Motor –  Volkswagen Boxer 1600; Cilindros – 4 opostos na horizontalmente; Válvulas por cilindro – 2; Posição – Longitudinal; Combustível – Gasolina.

Potência – 65 cv; Peso Torque – 68,7 kg/kgfm; Cilindrada – 1584 cm³; Torque máximo – 11,7 kgfm a 3200 rpm; Potência Máxima – 4600 rpm; Tração – Traseira; Alimentação –  Carburador; Direção – Simples; Câmbio – Manual de 4 velocidades do SP2.

Embreagem – Monodisco a seco; Freios – Freio a disco nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras; Peso – 804 kg; Suspensão dianteira – Independente, braços arrastados – Barra de torção; Suspensão traseira – Independente semi-eixo oscilante – Barra de torção.

Comprimento – 4026 mm; Distância entre-eixos – 2400 mm; Largura – 1540 mm; Altura – 1485 mm; Aceleração de 0 a 100 – 16 Segundos; Velocidade máxima – 160 km/h; Consumo: Cidade 5,9 km/l – Estrada 9,8 km/l.

Autonomia: Cidade 242 km – Estrada 402 km; Porta malas – 141 Litros; Carga útil – Não informado; Tanque de combustível – 41 Litros; Valor atualizado Aproximado –  Não informado – Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos.

Fusca Oval 1955
Fusca Oval 1955

Carros antigos

Caminhonete D10, a arma da GM para enfrentar o Ford F-1000 Elba carro – Chega ao Brasil o SW da família Uno, que tirou o sono dos SW Compacto VW e GM Fiat Oggi CSS 1.4 1984 conheça o Esportivo da Família 147 Vectra Elegance, em 2009 o médio de luxo da Chevrolet ainda causava frisson Toyota Paseo, conheça o cupê compacto da montadora japonesa Corsa 99, a versão Super do popular mais confortável da década de 1990 Opala 6 caneco, a versão standard de 1979 customizada Saveiro 96, o fim da bem sucedida geração quadrada se aproximava Chrysler Neon 2000, o início do fim, do médio de elite, hoje um raro colecionável Vectra 97, nunca restaurado, a versão CD 16V, com teto solar e câmbio automático

CONTATO Fale Com o Motor Tudo no Facebook.

Carros antigos