Ford Galaxie LTD 1977 o gigante sem restaurações, e com itens originais de fábrica

Compartilhe

Mesmo no auge da crise do petróleo, e com a ascensão dos modelos de médio porte, o Gigante de luxo da Ford ainda era o carro nacional mais caro e o verdadeiro sinônimo de poder e ostentação

No ano anterior, em 1976, a família Ford Galaxie recebe um significativo upgrade no visual. Os faróis passaram a ser posicionados horizontalmente, as lanternas traseiras, passam também para a posição horizontal, divididas em 3 blocos de cada lado, mantendo a característica dos piscas traseiros, sempre funcionando nas luzes de freio.

As lanternas dianteiras são redimensionadas e ficam maiores e ganham Lâmpadas âmbar, já o Galaxie 500 tinha a grade dianteira diferenciada das outras versões, com filetes horizontais. Já o LTD e o Landau tinham a grade dianteira com filetes verticais, porém sem que estes filetes passassem em volta dos quatro faróis.

No acabamento interno passou a ter tecidos mais finos, como o veludo, e o refinado acabamento Jacquard inglês no Landau, além do novo carpete de altíssima qualidade. Em 1977 o modelo não recebeu nenhum upgrade no visual ou na parte mecânica, se manteve assim até 1978, quando a montadora realizou novas atualizações.

A unidade aqui da matéria, o Ford Galaxie LTD 1977, na cor azul surf, chama a atenção pelo incrível estado de conservação, e originalidade, utilizando ainda os mesmos instrumentos que saiu da concessionária; ar-condicionado, direção hidráulica, e o mesmo acabamento interno.

Desempenho

Estabilidade –  Um carro muito confortável e uma suspensão muito macia, aliado a uma direção hidráulica pouco precisa, era sempre bom o motorista ficar atento em curvas de alta.

O motor – Equipado com o motor Windsor 302 4.9 V8, era uma verdadeira usina de força, com um torque bastante suave em altas rotações, era confiável e eficiente.

Câmbio –  O câmbio manual de 3 marchas, com alavanca na coluna de direção, era eficiente e de engates macios, mas deixava a desejar em trocas muito rápidas.

Retomadas e ultrapassagens – Mesmo sendo um modelo que pesava 1838 kg, era rápido e eficiente com aceleração de 0 a 100 em 15,3 segundos.

Consumo –  Para quem podia pagar R$ 235.732,00, valor atualizado para o primeiro semestre de 2021, em um modelo Zero km, fazer 4 km/l na cidade era o que menos preocupava.

Acabamento Externo

Faróis –  Redondos duplos na horizontal de lentes boleadas;

Setas dianteiras – Embutidas nos para-lamas;

Para – choques –  Em largas lâminas de aço carbono cromados;

Faróis de neblina – Não;

Grade de ar do motor – Em lâminas na vertical;

Retrovisores Externos – Cromados quadrados;

Frisos – Metálico em toda a extensão lateral do carro;

Rodas – De aço tradicionais da família 215/70 R15;

Maçanetas – Na cor cromada;

Logo – “LTD”, Na coluna lateral do teto em vinil;

Lanterna Traseira – Em cor única dividida em três blocos;

Bagageiro – Não;

Teto Solar – Não;

Limpador do vidro traseiro – Não;

Acabamento Interno e Instrumentos

Painel – Com mostradores em escala horizontal;

Conta – giros – Não;

Acabamento do painel – Em vinil e detalhes em aplique de madeira Jacarandá;

Volante – De plástico injetado de dois raios;

Sistema de som – Sim;

Ventilador – Sim;

Ar – condicionado – Sim;

Ar –  quente – Sim;

Luz de leitura – Sim;

Relógio – Analógico;

Acendedor de cigarros – Sim;

Cinzeiro – Sim;

Acionamento dos vidros – Manual basculante;

Sistema de travamento das portas – Mecânico;

Ajuste dos retrovisores externos – Manual;

Acabamento dos bancos – Em fino tecido aveludado;

Acabamento das portas – Em courvin e detalhes cromados;

Luz de Sinalização no rodapé das portas – Sim;

Banco traseiro – Com apoio para o braços;

Encosto de cabeça – Não;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro – Não;

Assoalho – Acarpetado;

Porta-malas – Acarpetado;

Ficha Técnica – Ford Galaxie LTD 1977

Carroceria – Sedã;

Porte – Grande;

Portas – 4;

Motor –  Windsor 302 4.9;

Cilindros – 8 em V;

Válvulas por cilindro – 2;

Posição – Longitudinal;

Combustível – Gasolina;

Potência – 199 cv;

Peso Torque – 46,2 kg/kgfm;

Cilindrada – 4942 cm³;

Torque máximo – 39,8 kgfm a 2400 rpm;

Potência Máxima – 4600 rpm;

Tração – Traseira;

Alimentação –  Carburador;

Direção – Hidráulica;

Câmbio – Automático de 3 marchas com alavanca na coluna de direção;

Embreagem – Monodisco a seco;

Freios – Freio a disco sólido nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;

Peso – 1838 kg;

Suspensão dianteira – Independente, braços sobrepostos – Mola helicoidal;

Suspensão traseira – Eixo rígido – Mola helicoidal;

Comprimento – 5413 mm;

Distância entre-eixos – 3020 mm;

Largura – 1999 mm;

Altura – 1412 mm;

Aceleração de 0 a 100 – 15,3 Segundos;

Velocidade máxima – 161 km/h;

Consumo: Cidade 4 km/l – Estrada 6 km/l;

Autonomia: Cidade 428 km – Estrada 642 km;

Porta malas – 400 Litros;

Carga útil – Não informado;

Tanque de combustível – 107 Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 235.732,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos brasileiros.joi