Ford Galaxie 1967 o gigante silencioso

Compartilhe

Em 1967 no salão do carro de São Paulo a Ford anuncia o lançamento do Galaxie, o gigante de luxo da montadora americana.

Com um motor V8 que gerava 164 CV  de força bruta, e pesando 1780 KG, o Ford Galaxie não era apenas força, mas muito luxo, conforto.

O pinel era estilo americano, com mostradores na horizontal, bonito eficiente e estiloso, muito bem iluminado e com os comandos muito próximos da mão do motorista, inclusive o rádio, gerando mais conforto e segurança.

O lindo volante com aro interno cromado marca registrada dos carros da época, vinha com direção hidráulica de série uma novidade aqui no Brasil, chegava o fim da era do chamado volante queixo-duro, que para fazer uma manobra exigia muita força, e na estrada tinha pouca precisão.

Na estrada ou na cidade, o nível de ruido interno principalmente na estrada aliado a suspensão macia e a direção hidráulica dava a sensação de estar em um navio em alto mar.

Para quem gostava de andar em alta velocidade, precisava pisar com vontade no acelerador, e não se importar em gastar combustível, pois o enorme peso do carro exigia que o motor gerasse a potência necessária, mas após embalar era muito rápido e eficiente.


Mercado para o Galaxie.

O Ford Galaxie acabou virando o carro dos burgueses, em época de regime militar o principal público eram os políticos, ministros, deputados, governadores, presidente e etc.

Fora isso os empresários de médio e grande porte que não estavam disposto a importar uma Mercedes, acabavam também comprando o Galaxie.

O problema era que o carro além de ser muito caro tinha uma manutenção equivalente ao preço e ao tamanho, com isso fico uma porta escancarada para o Opala que tomou conta da maior porcentagem do mercado dos grandes de luxo, que era formada  por comerciantes de médio e grande porte, e funcionários do alto escalão de industria petroquímicas e siderúrgicas.

Motor Tudo – Ford Galaxie 1967 .

Carros dos anos 80

Deixe um comentário