Ford Del Rey Ghia 1987 ainda tinha um público muito fiel

Compartilhe

Ele não era mais o queridinho nacional, mas ainda oferecia muitos itens de luxo e conforto e um preço bastante atraente, o Del Rey chegava na segunda metade da década de 1980 ainda vivo

6 anos após seu lançamento ele não era mais o deslumbre nacional, em meio aos atualizados Monza e Santana, já equipados com motores 2.0, o Del Rey Ghia 1987 se tornou a terceira opção entre os sedãs médios de luxo.

Já desatualizado, mecânica e desenho superados pelos avanços de seus concorrentes, mesmo utilizando o motor CHT 1.6, ainda era uma ótima opção de compra. Com um painel completo, acabamento interno impecável, ar-condicionado, direção hidráulica, vidros elétricos e custando praticamente o mesmo preço das versões intermediárias da linha Monza e Santana, os fãs da Ford deixavam de lado o baixo rendimento do motor e levavam o carro para casa.

Em 1987 iniciou a era dos para-choques envolventes, para a família Santana, e na sequência a chegada dos motores AP 2.0 dando mais fôlego ao carro. Por outro lado a Chevrolet já vinha com seu eficiente motor 2.0 que equipava o líder de mercado Monza, a Ford se manteve sem atualizações significativas, o mesmo motor Cléon Fonte, rebatizado de CHT 1.6 e no visual também não houve mudanças significativas, deixando o badalado Del Rey como a terceira opção do mercado para carros de luxo de médio porte.

Mas a Ford trazia um público fiel desde 1981, quando foi lançado nas séries Prata e Ouro, se tornando o carro mais desejado do Brasil ao lado do Passat TS, em 1983 dividia os holofotes com o badalado Monza, já a partir de 1984 com a chegada da linha VW Santana, as vendas começaram a cair, mesmo assim sempre ficou entre os 10 mais vendidos dos país.

Desempenho

O motor CHT oferecia uma manutenção simples e barata, mas entregava modestos 73,3 cv de força para puxar um peso de 1092 kg.

Na cidade oferecia um bom desempenho, a altura de um compacto 1.6 da época, indo de 0 a 100 em 18,2 Segundos.

Na estrada atingia velocidade final de 148 Km/h reais, dentro dos padrões da época, mas em retomadas e ultrapassagens era um dos menos eficientes do mercado.

O câmbio era de engates macios e eficientes, mas de relações muito longas, o engate da ré era barulhento e desconfortável para um carro de luxo.

Acabamento Externo

Frente com faróis chanfrados, embutidos em peça única com as setas;

Grade de ar do motor pintada na cor do carro;

Para-choques em aço carbono, cromados, com friso emborrachado e cantoneiras de plástico estendida;

Faróis de neblina embutidos abaixo do para – choque dianteiro;

Friso lateral emborrachado com acabamento cromado, em toda a extensão do carro;

Maçanetas cromadas;

Rodas de liga leve 195/60 R14;

Retrovisores satélites com controle interno elétrico;

Brasão Ghia na lateral do para – lama dianteiro;

Logo Del Rey Ghia na tampa do porta malas;

Lanternas traseiras tricolor, bonitas e muito eficiente.

Acabamento Interno

Painel completo, de fácil visualização + conta-giros;

Volante espumado, tradicional linha Del Rey;

Relógio digital com mostrador azul, no teto;

Luz de leitura para os bancos dianteiros;

Acendedor de cigarros e cinzeiro embutido no pinel;

Ventilador de três velocidades;

Ar – quente;

Ar – Condicionado;

Acabamento de bancos e portas em fino tecido aveludado;

Banco traseiro com apoio para o braço;

Encosto de cabeça com regulagem de altura nos bancos dianteiros e traseiros;

Assoalho e porta-malas acarpetados;

Vidros, e travas elétricas;

Ajuste elétrico dos retrovisores;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro;

Rádio toca – Fitas Ford Philco.

Ficha Técnica – Ford Del Rey Ghia 1987

Carroceria Sedã;

Porte Médio;

2 portas;

Motor CHT 1.6;

Cilindros 4 em linha;

Longitudinal;

Tuchos mecânicos;

Tração dianteira;

Combustível Álcool;

Carburador;

Direção Hidráulica;

Câmbio manual de 5 marchas;

Embreagem monodisco a seco;

Freios a disco ventilado nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;

Peso 1006 kg;

Potência 73,3 cv;

Potência Máxima 4800 rpm.

De 0 a 100 – 18,2 Segundos;

Velocidade máxima 148 km/h;

Consumo Consumo na Cidade 6,7 km/l – Estrada 11,2 km/l;

Porta malas 328 Litros;

Carga útil 474 kg;

Tanque de combustível 57 Litros;

Preço atualizado aproximado R$ 232.742,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária.

Motor Tudo – Ford Del Rey Ghia 1987

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos brasileiros.joi


5 comentários sobre “Ford Del Rey Ghia 1987 ainda tinha um público muito fiel”

  1. bom dia Motor Tudo sou proprietário de um GLX 1.6 87 sao carros com conforto inestimável.
    por esses dias estive fazendo reparo no painel de instrumentos e notei que tem uma lâmpada de alerta de porta aberta, nao me recordo desse opcional,
    sabe me dizer qual versao tem o sensor de porta aberta?

    abrç

  2. Meu nome e Mauro da Costa,moro nos EEUU e gosto muito de ver o modelos de carros dos Amos 80/90 poi’s sao da minha epoca e tive muitas deles, muito Obrigado por matar a saudades desses tempo. Um abraco

Deixe um comentário