Fiat 500 antigo preço do colecionável pode alcançar valores estratosféricos

Compartilhe

Fiat 500 antigo preço do colecionável pode alcançar valores estratosféricos, dependendo do ano e da configuração do exemplar. O modelo é um projeto pós guerra, na Europa devastada, e com a economia mundial em frangalhos, a solução para alguns países já industrializados que precisavam de transporte barato e econômico foram os minicarros.

Entre 1957 e 1975 foi a sensação na Europa, batendo de frente com o VW Fusca, e modelos como Citroën, e o mini inglês BMC. Equipado com o motor de 2 cilindros traseiro refrigerado a ar, de desempenho modesto mas eficiente e confiável para o nicho sugerido. Em valores atualizados, levando em consideração o peso da moeda local de época, a unidade zero km durante as décadas de 1950 e 1960 saía entre R$ 20.000,00 e R$ 30.000,00.

O modelo em seu retorno durante a década de 1990 produzido entre 1991 e 1998, já não causava tanto interesse, não foi aquele frisson esperado pelos fãs, com uma carroceria quadrada com motores 0.7, 0.8 e 1.1 cilindradas, mesmo sendo um subcompacto tinha valores que para o europeu não acompanhavam a tradição e a tecnologia europeia.

Já a nova geração do subcompacto da Fiat, que retornou em 2007, ganha mais espaço, um visual retro, lembrando muito as décadas de 1950 e 1960, com uma tecnologia bastante atualizada, e direcionado para um público bastante específico, fez muito sucesso. hoje possui a geração eletrificada o 500e que custa em média R$ 255.000,00.

Voltando a falar do Fiat 500 antigo preço do colecionável, hoje uma unidade entre os anos de 1957 e 1970, em ótimo estado de conservação ou que passou por um processo de restauração classe “A”, o valor pode variar entre R$ 250.000,00 até ultrapassar os R$ 700.000,00, se o exemplar for próximo do ano de 1957 e se ainda estiver próximo dos 100% de originalidade sem restauração.

Quanto as características técnicas dos modelos mais antigos, sempre equipados com motores de 2 cilindros refrigerados a ar, traseiros, de 8 cv, alguns exemplares da década de 1970 já considerados top de linhas chegavam a entregar 32 cv com aceleração de 0 a 10 em 25,8 segundos.

Imagens thegarage.com.br

Deixe um comentário