fbpx
Pular para o conteúdo

F 1000 1998 fim de papo para a picape que salvou a montadora no segmento dos utilitários

F 1000 1998
Compartilhe

F 1000 1998 fim de papo para a picape que salvou a montadora no segmento dos utilitários, durante a segunda metade da década de 1970. No auge da crise do petróleo os motores Ford V8 272, se tornaram desatualizados da noite para o dia.

As picapes F100, equipadas com os fortes, robustos e beberrões motores V8, que faziam uma média de 3 km/l na cidade, e com carga máxima de peso 865 kg, 1 km/l na cidade. O modelo se tornou inviável durante a crise do petróleo. E em 1975 os utilitários Ford com motores V8 são descontinuados.

A partir de 1976, o Ford F 100 passa a ser equipado de série com o motor da irmã Willys Overland, o Georgia 2.3 de 4 cilindros, que sem carga de peso na carroceria, e com apenas um ocupante fazia ótimos 6 km/l na cidade, mas com carga máxima de peso 660 kg, o consumo de combustível ficava totalmente fora da realidade, e a falta de fôlego se tornava evidente.

O cheiro de disco queimada do sistema de embreagem ao subir uma ladeira carregado, se tornou parte do dia a dia dos proprietários das picapes F 100 2.3. Enquanto a Ford se debatia para achar uma solução, para a falta de fôlego de seus utilitários. A Chevrolet deitou e rolou com seus utilitários com motores 6 cilindros 4.3 e 4.1, que entregavam a melhor relação força consumo do mercado.

Mas a solução chegou em 1979, com o Ford F 1000, que salvou a montadora no segmento dos utilitários. O modelo tinha força, fôlego, e ainda fazia 9,7 km/l na cidade com Diesel, e com carga máxima de peso, mostrava força, e um consumo de combustível dentro do esperado.

Durante a década de 1980, o Ford F 1000, ganhou um novo posicionamento do mercado, ao lado do rival Chevrolet D-20, ambas as picapes passaram a servir um novo nicho de mercado, o dos utilitários ostentação. Ambos os modelos, tinham um ótimo desempenho na estrada e na cidade, ofereciam um visual atraente e moderno.

Além do mercado da zona rural, e da construção civil nos grandes centros, agora Ford F 1000 e Chevrolet D-20, atendiam um público que utilizavam as picapes para o dia a dia como carro de passeio. O sucesso foi tão grande que uma unidade cabine simples a Diesel, custava mais que as versões top de linha da família Opala, em valores atualizados algo próximo dos R$ 450.000,00.

Mas com a abertura das fronteiras comerciais no início da década de 1990, e a chegada da nova tendência de mercado das picapes de médio porte Chevrolet S 10 e Ford Ranger, as vendas das picapes de grande porte simplesmente despencaram. E no final da década de 1990, o Ford F 1000 1998, marca o último ano da picape ostentação, que marcou toda uma geração.

F 1000 1998

Ficha Técnica – Ford F 1000 1998 – Versão XL

Carroceria – Ford Picape; Porte – Grande; Portas – 2; Motor – Falcon 4.9; Cilindros – 6 em linha; Válvulas por cilindro – 2; Posição – Longitudinal; Combustível – Gasolina; Potência – 148 cv; Peso Torque – 57,2 kg/kgfm; Cilindrada – 4913 cm³.

Torque máximo – 34,5 kgfm a 2400 rpm; Potência Máxima – 3500 rpm; Tração – Traseira; Alimentação –  Injeção direta; Direção – Hidráulica; Câmbio – Manual de 5 marchas com alavanca no assoalho; Embreagem – Monodisco a seco.

Freios – Freio a disco ventilado nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras; Peso – 1975 kg; Suspensão dianteira – Independente, duplo eixo em I – Mola helicoidal; Suspensão traseira – Eixo rígido – Feixe de molas semielípticas; Comprimento – 5006 mm; Distância entre – eixos – 2967 mm.

Largura – 1890 mm; Altura – 1780 mm; Aceleração de 0 a 100 – 14,2 Segundos; Velocidade máxima – 155 km/h; Consumo: Cidade 5,9 km/l – Estrada 9 km/l; Autonomia: Cidade 649 km – Estrada 990 km; Caçamba – 1080 Litros.

Carga útil – 1175 kg; Tanque de combustível – 110 Litros; Valor atualizado Aproximado –  R$ 353.990,00; Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos brasileiros.

F 1000 1998
F 1000 1998

Carros antigos

Caminhonete D10, a arma da GM para enfrentar o Ford F-1000 Elba carro – Chega ao Brasil o SW da família Uno, que tirou o sono dos SW Compacto VW e GM Fiat Oggi CSS 1.4 1984 conheça o Esportivo da Família 147 Vectra Elegance, em 2009 o médio de luxo da Chevrolet ainda causava frisson Toyota Paseo, conheça o cupê compacto da montadora japonesa Corsa 99, a versão Super do popular mais confortável da década de 1990 Opala 6 caneco, a versão standard de 1979 customizada Saveiro 96, o fim da bem sucedida geração quadrada se aproximava Chrysler Neon 2000, o início do fim, do médio de elite, hoje um raro colecionável Vectra 97, nunca restaurado, a versão CD 16V, com teto solar e câmbio automático

CONTATO Fale Com o Motor Tudo no Facebook.

Carros antigos