Dodge Charger SE 1972 a fera norte americana com teto em vinil

Dodge Charger SE 1972
Compartilhe

Hoje, nós vamos falar sobre o Dodge Charger SE 1972, edição especial da linha de 72. No início dá década de 1960, as montadoras estavam fazendo de tudo para conseguir ser bem-sucedido no segmento de carros de luxos e especiais.

A fabricante Chrysler, escolheu a dedo sua divisão Dodge para entrar no mercado com um carro esportivo de luxo pessoal, e com a ideia de criar um visual fastback, o Charger foi baseado no Coronet e chegou no meio do ano de 1966, em resposta aos modelos Rambler Marlin, Ford Mustang e Plymouth Barracuda.

O novo Dodge, era diferente dos carros anteriores da montadora, e junto do Marlin 1965, estabeleceu um novo padrão do estilo fastback. No interior, o Charger apresentava um volante simulado de grão de madeira, quatro assentos individuais e vários recursos internos, incluindo painéis das portas, luzes de cortesia, bem como acabamento premium e estofamento em vinil.

Seu motor era V8 e oferecido em diferentes versões: o modelo básico de 5,2 L de 2 cilindros, o de 5,9 L de 2 cilindros, o de 6,3 L de 4 cilindros e o Rua Hemi de 7,0 L.

Diversos upgrades aconteceram no carro com o passar do tempo, mas em 1969 uma nova linha de acabamento foi lançada, chamada Special Edition, que era oferecida sozinha ou junto da versão R/T. O SE tinha inserções de couro nos bancos dianteiros, frisos cromados, volante e inserções de madeira no painel de instrumentos. 

No ano de 1970, a montadora fez algumas mudanças no Dodge padrão e em suas versões, o SE recebeu novos recursos de luxo e ficou disponível nas versões 500 SE e R/T SE. Já em 72, a versão Special Edition, recebeu um tratamento diferenciado dos outros Charges, agora o SE tinha teto formal exclusivo e faróis ocultos. Seu motor, que antes tinha 383 cc, foi trocado por um de 400 de 4 cilindros e 280 cv.

Agora, falando mais especificamente do assunto da matéria, o Dodge Charger SE 1972 daquela época vinha com motor V8 com potência máxima de 335 ps e com câmbio manual de 4 marchas.

Ficha Técnica – Dodge Charger – Ano 1972

Carroceria – Dodge Charger Cupê;

Porte – ;

Portas – 2;

Motor – 6,2 L;

Cilindros – 8;

Válvulas por cilindro – 4;

Posição – Longitudinal;

Combustível – Gasolina;

Potência – 335 cv;

Cilindrada – 6277 cm3;

Potência máxima – 5000;

Tração – Traseira (RWD);

Alimentação – ;

Direção –;

Câmbio – 4 marchas;

Freios – Freios a tambor nas quatro rodas;

Peso – ;

Suspensão dianteira: Torsion bars. Stabilizer bar;

Suspensão traseira –Leaf Springs. Stabilizer bar;

Comprimento – 5296 mm;

Distância entre eixos – 2972 mm;

Largura – 1946 mm;

Altura – 1346 mm;

Aceleração de 0 a 100 – ;

Velocidade máxima – ;

Porta malas -;

Carga útil – ;

Tanque de combustível – 72L;

Dodge Charger SE 1972 a fera norte americana com teto em vinil
Dodge Charger SE 1972 a fera norte americana com teto em vinil

Deixe um comentário