Corcel GT 1.4 X Chevette GP 1.4

Compartilhe

No início dos anos 70 quem ditava as regras do mercado dos pequenos esportivos eram o Corcel I GT 1.4 e o Chevette GP 1.4.

Em meio ao mundo dos gigantes V8 e V6 já começava a nascer oque seria a partir do início dos anos 80 a guerra dos pequenos esportivos pelo topo do concorrido mercado nacional.

Chevette GP II 1.4 – 1976 Ford Corcel I GT 1.4 – 1975.


Chevette GP II 1.4 – 1976.

Série especial em comemoração a produção de 1.000.000 de unidades Chevrolet no Brasil.

Características técnicas.

  • Motor 1.4.
  • 72 CV.
  • 890 KG
  • Tração traseira.

Acabamento interno.

Por dentro o acabamento era de um digno esportivo, banco com imitação de couro com encosto de cabeça embutido, mas de pouca utilidade, pois quem tinha altura acima de 1,65 pouca diferença fazia no quesito segurança.

O painel era um show a parte, com um logo GP colado ao lado esquerdo próximo aos mostradores, era completo e bonito, bem iluminado e bastante eficiente, com relógio, voltímetro, temperatura do motor, temperatura de óleo e conta-giros.

Volante esportivo de três raios, um dos mais bonitos da época.

Acabamento externo.

Cores marcantes, prata, branco ou amarelo, com uma faixa em preto com o logo GP II, rodas em aço tradicional do modelo, faróis de milha embutidos na grade dianteira, uma faixa preta no capô dianteiro e na tampa do porta-malas, dando um visual mais esportivo.

Desempenho.

Mesmo com o novo motor com com 72 CV de força ainda deixava um pouco a desejar em relação ao seu concorrente Corcel I GT.

Retomadas e engate de marchas, bom de retomadas e engates macios e precisos.

Estabilidade.

Estava um passo a frente do Corcel I GT, o Chevette GP II tinha melhor estabilidade em curvas de alta mesmo com o piso molhado.




Ford Corcel I GT 1.4 – 1975.

Características técnicas.

  • Motor 1.4
  • 85 CV.
  • 962 KG
  • Tração dianteira.

Acabamento interno.

Tinha um bom acabamento interno, painel esportivo com mostradores de temperatura de óleo, temperatura de motor, conta-giros, voltímetro entre outros.

Volante esportivo de três raios e rádio AM/FM.

Acabamento externo.

Cores esportivas, vinho, branco, amarelo, com duas faixas pretas no capo dianteiro e uma lateral com o logo GT, rodas de aço da linha corcel pintadas com um fundo preto e pequena calota quadriculada, na frente faróis de neblina embutidos na grade dianteira.

Desempenho.

Com um motor que gerava 85 CV de força, 7 a mais que o Chevette GP, o desempenho co Corcel I GT era melhor tanto na estrada quanto na cidade.

Estabilidade.

Mesmo ganhando novo sistema de suspensão em 1975 o Corcel ainda ficava um passo atrás do Chevette GP, principalmente em curvas de alta.




Tanto o Corcel I GT como o Chevette GP II – eram carros que na prática, no dia a dia, a diferença de performance e conforto era poucas, deixando ao gosto do consumidor escolher o seu melhor esportivo.

Motor Tudo – Comparativo Chevette GP II 1.4 X Corcel I GT 1.4.

Carros dos anos 80

Deixe um comentário