fbpx
Pular para o conteúdo

Corcel 1 teto em vinil, um opcional de época que fazia toda a diferença

Compartilhe

O Corcel 1 teto em vinil, era disponibilizado de série nas versões GT e luxo até 1973, entre 1974 e 1975, foi oferecido como opcional mas apenas nas versões mais caras. Nos anos seguintes passou a ser acessório vendido nas próprias concessionárias ou em lojas. A Ford por uma questão de tendência de mercado, passou a produzir o modelo apenas com teto em aço.

Anúncio

Hoje no mundo dos colecionáveis, é bastante comum ver Corcel entre os anos de 1975 e 1977 com teto em vinil, sendo comercializado como acessório original de fábrica. Na verdade como a montadora deixou de disponibilizar tetos personalizados, muitos proprietários na hora da compra acabavam instalando na própria concessionária por sua conta e risco.

Mas para a época, qual a diferença de mercado e status que um teto em vinil dava ao carro? A tradição no Brasil sempre existiu, desde que os primeiros carros chegaram em terras brasileiras. Mas os modelos Aero Willys/Itamaraty, e a família Simca Chambord em suas versões mais caras, foram os que deram ao segmento de carros de luxo um novo padrão. Unidades com teto em vinil, significavam mais elegância e luxo.

A tradição ganhou força em 1967 e 1968 com a chegada do Ford Galaxie e Chevrolet Opala, que em sua principais configurações eram oferecidos de série com teto em vinil. O Corcel apesar de ser posicionado até 1972 como um compacto, era vendido por um valor superior dos compactos Volkswagen, sendo assim a Ford entregava um acabamento diferenciado e o teto em vinil fazia parte do pacote.

Anúncio

O exemplar da nossa matéria, Corcel 1 teto em vinil, é do ano de 1976, na versão luxo com a carroceria coupé. Equipado com o motor Cléon Fonte/Sierra 1.4 de 75 cv, Torque máximo de 11,6 kgfm a 3600 rpm, velocidade final real de 133 km/h e aceleração de 0 a 100 em 18,2 km/h. Quanto ao consumo, na cidade 10 km/l e na Estrada 13,4 km/l.

Acabamento Externo

Faróis – Redondos de lentes boleadas, embutidos com recuo;

Setas dianteiras – Embutida abaixo do para – choque;

Para – choques – Em aço carbono, cromados;

Faróis de neblina – Não – Utiliza luzes de longo alcance sobre os para choques como acessório de época;

Grade de ar do motor – Com frisos na horizontal;

Retrovisores – Cromados com ajuste manual;

Frisos – Metálicos em toda a extensão do rodapé do carro;

Rodas – De aço, tradicionais família Corcel;

Maçanetas – Cromadas;

Logo – “Corcel”, na tampa do porta malas;

Lanterna Traseira – Bicolor com luz de ré;

Teto Solar – Não;

Bagageiro – Não;

Limpador do vidro traseiro – Não;

Acabamento Interno e Instrumentos

Painel – Com mostradores básicos em escala circular;

Conta – giros – Não;

Acabamento do painel – Em vinil e aço preto;

Volante – De plástico de dois raios;

Sistema de som – Sim;

Ventilador – Sim;

Ar – condicionado – Não;

Ar –  quente – Sim;

Luz de leitura – Não;

Relógio – Não;

Acendedor de cigarros – Sim;

Cinzeiro – Sim;

Acionamento dos vidros – Manual basculante;

Sistema de travamento das portas – Mecânico;

Ajuste dos retrovisores externos – Manual;

Acabamento dos bancos – Em Courvin;

Acabamento das portas – Em couvin, com detalhes cromados;

Luz de Sinalização no rodapé das portas – Sim;

Banco traseiro – Sem acessórios;

Encosto de cabeça – Não;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro – Não;

Assoalho – Acarpetado;

Porta-malas – Emborrachado;

Ficha Técnica – Corcel 1 teto em vinil – Ano 1976 – Versão luxo

Carroceria – Ford Cupê;

Porte – Médio;

Portas – 2;

Motor – Cléon Fonte 1.4;

Cilindros – 4 em linha;

Válvulas por cilindro – 2;

Posição – Longitudinal;

Peso/Torque – 81,3 kg/kgfm;

Tração – Dianteira;

Combustível – Gasolina;

Alimentação –  Carburador;

Direção – Simples;

Câmbio – Manual de 4 velocidades, alavanca no assoalho;

Embreagem – Monodisco a seco;

Freios – Freio a disco sólido nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;

Peso – 943 kg;

Comprimento – 4471 mm;

Distância entre-eixos – 2438 mm;

Largura – 1621 mm;

Altura – 1374 mm;

Potência – 75 cv;

Cilindrada – 1372 cm³;

Torque máximo – 11,6 kgfm a 3600 rpm;

Potência Máxima – 5400 rpm;

Aceleração de 0 a 100 – 18,2 Segundos;

Velocidade máxima – 133 km/h;

Consumo: Cidade 10 km/l – Estrada 13,4 km/L;

Autonomia: Cidade 510 km – Estrada 683 km;

Porta malas – 380 Litros;

Carga útil – Não Informado;

Tanque de combustível – 51 Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 135.253,00.

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos.

Carros antigos

Abrir bate-papo
Olá 👋
Seja bem vindo

CONTATO Fale Com o Motor Tudo no Facebook.

Carros antigos