Chevette Hatch 1982 uma ótima opção de compra no início da década

Ele chegou ao mercado brasileiro em novembro de 1979, de olho no mercado dos hatchs compactos, e teve seu auge nas vendas com aversão Chevette Hatch 1982.

A produção iniciou-se na mesma época do VW Gol, o modelo Volkswagen tinha uma plataforma bem mais atualizada, mas amargava com a maldição do motor 1600 refrigerado a ar, já o Chevette Hatch tinha uma plataforma um pouco menos atualizada, mas compensava com um motor mais eficiente e um acabamento requintado.

Outra questão que contava a favor do hatch compacto da Chevrolet, era o fato de ter tração traseira, que deixava o carro divertido de dirigir, e com o peso melhor distribuído.

Na prática as vendas nunca alavancaram, em relação a outros compactos do mercado, como Fiat 147 e o próprio VW Gol, o número de unidades emplacadas do Chevette Hatch sempre foram mais modestas, deixando para o irmão sedã a briga pelo topo da tabela entre os nacionais mais comercializados.

Desempenho

Estabilidade –  O conjunto, carroceria, chassi e suspensão, dava ao carro uma ótima estabilidade, a sistema de tração traseira entregava uma ótima distribuição de peso, e deixava o modelo divertido de dirigir na área urbana.

Motor –  Utilizando o motor Chevrolet 1.4 a gasolina, era confiável e de manutenção descomplicada, os pontos negativos ficavam para o custo das manutenções preventivas e corretivas das unidades zero km, era o mais alto da categoria, a pouco elasticidade do conjunto motor e câmbio, também era um ponto negativo.

Câmbio –  O câmbio manual de 4 velocidades, tinha engates macios e precisos, o conjunto exigia pouca manutenção, na cidade exigia poucas trocas de marchas dando mais conforto ao motorista.

Retomadas e ultrapassagens – Utilizando um motor 1.4 cumpria seu papel com eficiência para um carro popular do início da década de 1980, mas com 4 adultos e porta malas cheio, o motor perdia fôlego, então era bom negociar bem as ultrapassagens em estradas de mão dupla.

Consumo –  Sem dúvida um dos pontos fortes do compacto da Chevrolet, fazendo ótimos 11 km/l com gasolina na área urbana mais detalhes na ficha técnica no final do post.

Acabamento Externo

Faróis –  Quadrados de lentes planas, embutidos com recuo;

ndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js">

Setas dianteiras – Embutidas abaixo dos para – choques dianteiros;

Para – choques –  Em lâminas de aço carbono cromadas;

Faróis de neblina – Não;

Grade de ar do motor – Bipartida embutida no capô;

Retrovisores Externos – De plástico com ajuste manual;

Frisos – Não;

Rodas – Rodas de aço tradicionais da família Chevette 175/70 R13;

Maçanetas – Cromadas;

Logo – “Chevrolet” na tampa do porta malas e no capô;

Lanterna Traseira – Bicolor com luz de ré;

Bagageiro – Não;

Teto Solar – Não;

Limpador do vidro traseiro – Não;

Acabamento Interno e Instrumentos

Painel – Com mostradores básicos em escala circular;

Conta – giros – Não;

Acabamento do painel – Em vinil na cor preto;

Volante – Espumado de quatro raios;

Sistema de som – Opcional;

Ventilador – Sim;

Ar – condicionado – Não;

Ar –  quente – Sim;

Luz de leitura – Não;

Relógio – Analógico no centro do mostradores do painel;

Acendedor de cigarros – Sim;

Cinzeiro – Sim;

Acionamento dos vidros – Manual basculante;

Sistema de travamento das portas – Mecânico;

Ajuste dos retrovisores externos – Manual;

Acabamento dos bancos – Em tecido plástico na cor marrom;

Acabamento das portas – Em vinil e detalhes cromados;

Luz de Sinalização no rodapé das portas – Não;

Banco traseiro – Sem acessórios;

Encosto de cabeça – Para dois passageiros embutidos nos bancos dianteiros;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro – Opcional;

Assoalho – Acarpetado;

Porta-malas – Acarpetado;

Ficha Técnica – Chevette Hatch 1982

Carroceria – Hatch;

Porte – Compacto;

Portas – 2;

Motor –  Chevroelt 1.4;

Cilindros – 4 em linha;

Posição – Longitudinal;

Combustível – Gasolina;

Potência – 68 cv;

Peso Torque – 89,50 kg/kgfm;

Cilindrada – 1398 cm³;

Torque máximo – 9,8 kgfm a 3600 rpm;

Potência Máxima – 5800 rpm;

Tração – Traseira;

Alimentação –  Carburador;

Direção – Simples;

Câmbio – Manual de 4 velocidades com alavanca no assoalho;

Embreagem – Monodisco a seco;

Freios – Freio a disco sólido nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;

Peso – 880 kg;

Suspensão dianteira – Independente, braços sobrepostos – Mola helicoidal;

Suspensão traseira – Eixo rígido, barra panhard – Mola helicoidal;

Comprimento – 3972 mm;

Distância entre-eixos – 2395 mm;

Largura – 1570 mm;

Altura – 1323 mm;

Aceleração de 0 a 100 – 19,7 Segundos;

Velocidade máxima – 139 km/h;

Consumo: Cidade 11 km/l – Estrada 14 km/l;

Autonomia: Cidade 495 km – Estrada 630 km;

Porta malas – 150 Litros;

Carga útil – Não informado;

Tanque de combustível – 45 Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 66.927,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos brasileiros.

Please follow and like us:

Deixe uma resposta