Carros Ford seminovos 2020 e 2021 podem se tornar os modelos mais desvalorizados do Brasil

Compartilhe

Como anúncio da montadora, do fim da produção aqui no Brasil, quem comprou um modelo zero km, até o último dia 10, deve se preocupar

Qualquer carro zero km, ao sair de uma concessionária, já perde boa parte de seu valor, na hora da revenda é que sentimos o verdadeiro drama. Imaginem um modelo de uma montadora, que encerrou suas atividades no país.

No início da década de 1980, quando o grupo Chrysler Dodge, se despediu do Brasil, deixando a Volkswagen como uma espécie de arrendatária da marca, e alguns modelos ainda em produção. Foram feitas juras de fidelidade para os proprietários que haviam acabado de comprar seus modelos zero km.


Mas na prática tudo se transformou em um triste fim, quem viveu a época, sabe que, modelos que chegaram a custar, em valores atualizados, cerca de R$ 200.000,00, terminaram sendo vendidos literalmente a preço de geladeira.

Sabemos que não será exatamente o mesmo caso da Ford no Brasil. Mas ao procurar um modelo seminovo, usado ou até mesmo zero km, dificilmente alguém vai pensar na marca Ford nos próximos 12 meses.

Por mais que a montadora consiga importar peças e carros dos países vizinhos, a desconfiança fica no mercado, por muito tempo. E os preços de quem já tem na mão um modelo Ford 2020 ou 2021, vão despencar, a HIPERDESVALORIZAÇÃO é uma tendência natural de mercado.

Deixe uma resposta