O Passat era 1.6 ou 1.7?

No meio dos anos 1980 mais precisamente entre 1985 e 1988 o VW Passat BR, se tornou um dos carros mais bonitos e confiáveis do mercado nacional, mas existe um segredo que poucos sabem sobre sua real motorização.

Uma coisa que chamava muito a atenção era a agilidade e a força em subidas mesmo com o carro pesado, do motor AP VW, e isso foi um grande diferencial dos modelos 1.6 LS Village, 1.6 LSE Paddok e o 1.6 Special que era a versão básica.

Anos depois quando os primeiros motores começaram a passar pelo processo de retífica, alguns mecânicos e donos de oficinas começaram a ficar confuso, pois ao desmontar os motores verificavam que os componentes internos não tinham as medidas exatas de um motor 1.6 Litros, eram maiores do que se esperavam, e também menores que as medidas de um motor 1.8 Litros VW. 

Na ocasião algumas revistas especializadas de Automóveis chegaram a tocar no assunto, mas na ocasião a montadora desmentiu, dizendo que pelo fato de ser um modelo derivado da linha Santana, os motores VW AP mesmo sendo 1.6 Litros tinham realmente algumas diferenças em relação aos mesmos motores 1.6 da linha BX “Gol, Voyage, Saveiro e Parati, mas que nunca havia produzido motores 1.7 para a linha Passat.

Outra teoria que vinculou na época, era que a montadora na verdade queria equipar toda a linha Passat com motor AP 1.8 como era feito na versão GTS Pointer 1.8, mas os impostos cobrados pelo governo miliar na ocasião elevaria muito o preço das versões mais básicas, então a unica saída era produzir motores 1.7 desfaçados de 1.6.

A teoria oficialmente nunca foi provada, mas o que a de verdadeiro, é que muitos assinantes de revistas da época comentaram o assunto.

O Passat era 1.6 ou 1.7?
Rate this post

Deixe uma resposta