VW Fusca Conversível 1968 produzido na Alemanha e exportado para os Estados Unidos

Compartilhe

Na terra do Tio Sam, o VW Fusca era posicionado como mini ou subcompacto, em meio aos gigantes Muscle cars V8, ele não se intimidou e foi sucesso em vendas

Durante as décadas de 1960 e 1970 o besouro seguiu a mesma trilha do VW Golf/Rabbit na década de 1980, um modelo popular, que virou tradição na terra do Tio Sam, pais presentearem filhos com VW Fusca cabriolet, após completarem 16 anos ou passarem na faculdade.

O disparate tecnológico de um país de primeiro mundo, para países subdesenvolvidos, como o Brasil, durante a década de 1960 era grande, o Fusca alemão, comercializado internamente ou exportado para os Estados Unidos e Canadá, oferecia ar-quente, ar-condicionado e motores boxer refrigerado a ar, 1600 e 1800, uma realidade bem distante da nossa.

No Brasil durante todo a trajetória do besouro, se você quisesse uma unidade conversível e com ar-condicionado, a única solução seria uma transformação, nas empresas chamadas fora de série, como a Envemo, ou a própria irmão pobre da Volkswagen a Karmann Ghia. Mas o preço ficaria em média três vezes a mais, que o valor da unidade zero km na concessionária.

Desempenho

Estabilidade – O conjunto carroceria, chassi e suspensão, era considerado atualizado para a época, com um desempenho modesto em curvas de alta e em piso molhado.

Motor – O motor Volkswagen Boxer 1600, era de manutenção descomplicada, e de baixo custo, considerando a realidade de países de primeiro mundo.

Câmbio – O câmbio 4 marchas era eficiente de engates precisos, principalmente após receber o novo sistema.

Retomadas e ultrapassagens – Atendia as expectativas para um subcompacto da década de 1960, mas com 4 adultos e porta-malas cheio, era sempre bom ficar atento em ultrapassagens em vias de mão dupla.

Consumo – Para um motor 1600, em época de gasolina barata fazer 5,9 km/l na cidade estava dentro do esperado, mais detalhes na ficha técnica no final do post.

Acabamento Externo

Faróis –  Redondos de lentes boleadas;

Setas dianteiras – Posicionadas sobre os para-lamas;

Para – choques –  Em lâminas de aço carbono cromados;

Faróis de neblina – Não;

Grade de ar do motor – Entrada de ar forçada sobre a tampa do motor;

Retrovisores Externos– Cromado estilo raquete;

Frisos – Metálico em toda a extensão lateral;

Rodas – Rodas de aço cromadas tradicionais da família VW, com calotas cônicas cromadas;

Maçanetas – cromadas;

Logo – ;

Lanterna Traseira – Bicolor sem luz de ré;

Bagageiro – Não;

Teto Solar – Não – Modelo conversível;

Limpador do vidro traseiro – Não;

Acabamento Interno e Instrumentos

Painel – Com mostradores básicos em escala mph;

Conta – giros – Não;

Acabamento do painel – Em aço na cor da carroceria;

Volante – De plástico injetado de dois raios e meia lua metálica para acionamento da buzina;

Sistema de som – Sim;

Ventilador – Sim;

Ar – condicionado – Sim;

Ar –  quente – Sim;

Luz de leitura – Não;

Relógio – Não;

Acendedor de cigarros – Sim;

Cinzeiro – Sim;

Acionamento dos vidros – Manual basculante;

Sistema de travamento das portas – Mecânico;

Ajuste dos retrovisores externos – Manual;

Acabamento dos bancos – Em courvin;

Acabamento das portas – Em Courvin;

Luz de Sinalização no rodapé das portas – Não;

Banco traseiro – Sem acessórios;

Encosto de cabeça – Para dois passageiros embutidos nos bancos dianteiros;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro – Não;

Assoalho – Acarpetado;

Porta-malas – Acarpetado;

Ficha Técnica – VW Fusca Conversível 1968

Carroceria – Conversível;

Porte – Compacto / Subcompacto;

Portas – 2;

Motor –  Volkswagen Boxer 1600;

Cilindros – 4 opostos na horizontalmente;

Válvulas por cilindro – 2;

Posição – Longitudinal;

Combustível – Gasolina;

Potência – 67 cv;

Peso Torque – 68,7 kg/kgfm;

Cilindrada – 1584 cm³;

Torque máximo – 11,7 kgfm a 3200 rpm;

Potência Máxima – 4600 rpm;

Tração – Traseira;

Alimentação –  Carburador;

Direção – Simples;

Câmbio – Manual de 4 velocidades com alavanca no assoalho;

Embreagem – Monodisco a seco;

Freios – Freio a disco nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;

Peso – 804 kg;

Suspensão dianteira – Independente, braços arrastados – Barra de torção;

Suspensão traseira – Independente semi-eixo oscilante – Barra de torção;

Comprimento – 4026 mm;

Distância entre-eixos – 2400 mm;

Largura – 1540 mm;

Altura – 1485 mm;

Aceleração de 0 a 100 – 18,3 Segundos;

Velocidade máxima – 140 km/h;

Consumo: Cidade 5,9 km/l – Estrada 9,8 km/l;

Autonomia: Cidade 242 km – Estrada 402 km;

Porta malas – 141 Litros;

Carga útil – Não informado kg;

Tanque de combustível – 41 Litros;

Valor atualizado Aproximado – Não Informado;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos brasileiros.joi

Deixe uma resposta