VW Apollo

Compartilhe

No final de 1989 a Volkswagen apresenta em alguns salões de carros espalhados pelo Brasil o VW Apollo, um FordWagen que tinha tudo para ficar mas…

Estive pessoalmente no salão do carro na cidade de Santos /SP em 1989 e tive o prazer de ver de perto a grande promessa da Autolatina o VW Apollo.

Quando cheguei perto do estande da Volkswagen, simplesmente estava tomado de pessoas envolta do VW Apollo, nas cores vermelho metálico e Azul metálico, cores estilo GOL GTi, chamavam muito a atenção, e o que se ouvia muito era a seguinte frase, “finalmente o luxo e a beleza de um Ford com a qualidade da mecânica Volkswagen, este carro será imbatível”. 

Quando olhávamos por dentro, nem parecia um Volkswagen, a beleza e o luxo das versões top do Escrot Ghia e Del Rey Ghia estavam ali dentro de um Volkswagen, parecia um sonho.

Imagem Revista Quatro Rodas.



Volante em couro, comandos do painel muito próximos a mão, painel e bancos da nova linha Ford, até os pedais eram da linha Escort.

Ainda por fora rodas de liga-leve da linha Santana Executivo, lanternas traseiras fume e ar condicionado e direção hidráulica de série, itens que na época eram só para os top.

Por dentro escondido no capô estava o poderoso e robusto motor AP 1800 com 92 CV de força da Volkswagen, que fazia com que todo o luxo e conforto da Ford valesse apena, era como se um completasse o outro.

O grande problema foi quando o carro chegou ao mercado em Dezembro de 1989 já como modelo 1990.

Segundo a montadora o carro seria uma versão de sedã luxo média, que ficaria entre o Santana e o Voyage, mas se o VW Apollo era um Verona, e o Verona foi lançado para concorrer com o Santana, digamos que a coisa ou foi mal planejada ou no mínimo estranha.

Quando um cliente chegava a uma concessionário para compra um VW Apollo levava um susto, o valor do carro era bem acima de um Voyage, pouca coisa abaixo de um Santana Executivo ou Santana GLS, então quem ia com o intuito de comprar um carro bom, bonito e barato sai com um Voyage, quem queria gastar dinheiro e sair com um carrão na mão, comprava um Santana.

Além da questão concorrência, a suspensão Ford deixou os fãs da montadora alemã, com um pé atrás.

O resultado foi trágico, menos de dois anos depois do seu lançamento a Autolatina anunciou que iria descontinuar o carro.

Conclusão, o VW Apollo concorria no quintal de casa com o Ford Verona, Volkswagen Voyage, todas as versões do Santana, sem contar o recém lançado Ford Versailles, mesmo alguns sendo de diferentes seguimentos, não havia como evitar tanta concorrência na mesma família.

Motor Tudo – VW Apollo 

Carros dos anos 80 – Carros Clássicos Brasil

Deixe um comentário