Volkswagen Voyage GL 1.6 1987 acabamento híbrido ano de difícil transição

Compartilhe

Volkswagen Voyage GL 1.6 1987 ano de difícil transição na tentativa de rejuvenescer o pequeno sedã da montadora alemã

Mudou por fora mas por dentro continuou o mesmo, com preços tabelados, a Volkswagen não encontrou um caminho para mudar por completo o acabamento da linha BX em 1987

Em época de regime militar onde os preços eram tabelados, e toda ou qualquer alteração em preços ou em produtos precisavam passar por uma fiscalização e autorização dos homens de verde, a Volkswagen não conseguiu a aprovação de preços para dar ao Voyage 1987 e toda a linha BX um novo visual, por dentro e por fora, o único caminho foi a mudança em doses homeopáticas.

1985 marcou o início da segunda metade dos anos 80, era quando as mudanças deveriam serem feitas, mas por motivos já sitados acima, as mudanças foram passo a passo, em 1985 veio a primeira mudança significativa.

1985 – Introdução do câmbio 5 marchas como opcional e apareceram também como opcional as primeiras versões dos motores AP 1.6 na linha BX, fase de transição entre AP e MD-270.

1986 – Toda a linha BX, GOL, Saveiro, Voyage e Parati ganham motores AP de série, com exceção do GOL BX que ainda utilizava motor refrigerado a ar 1600.

1987 – Novo acabamento externo, nova frente quadrada e para-choques envolventes, os retrovisores e acabamento interno continuaram os mesmos de 1986.

1988 – A transformação foi finalizada ganha dois novos painéis o do Polo alemão sem comandos satélite e com comando satélite, além dos mesmos retrovisores da família Santana.

Desempenho – Volkswagen Voyage GL 1.6 1987.

  • Equipado com o motor AP 1.6 que entregava ótimos 90 CV de força, era um carro bastante elástico, ótimo em retomadas, e na estrada em velocidades acima de 120 KM/h o giro do motor se mantinha bastante estável.
  • Para um sedã de pequeno porte tinha números bastante interessante, fazendo de 0 a 100 em incríveis 11 Segundos, e velocidade final de 167 KM/h reais.
  • Com uma estrutura ainda atualizada era muito bom de curvas de alta, em retas em altas velocidades não balançava.

Imagens Reginaldo de Campinas Raridades.

Imagens Reginaldo de Campinas Raridades.

Imagens Reginaldo de Campinas Raridades.


Acabamento Externo.

  • Carroceria de pequeno porte, duas portas.
  • Frente com faróis quadrados embutidos com as setas, na mesma linha da grade de ar do motor.
  • Para-choques envolventes em vinil.
  • Friso lateral emborrachado.
  • Retrovisores satélites, com controle interno mecãnico.
  • Rodas de liga leve 175/70 R13 as mesmas da linha BX desde 1982.
  • Lanternas traseiras tricolor, bonitos e muito eficientes, se mantiveram no modelo entre 1981 e 1990.

Imagens Reginaldo de Campinas Raridades.

Imagens Reginaldo de Campinas Raridades.

Imagens Reginaldo de Campinas Raridades.

Imagens Reginaldo de Campinas Raridades.


Acabamento Interno.

  • Ainda utilizando o mesmo painel de seu lançamento, mostradores quadrados com funções básicas + relógio analógico.
  • Volante espumado de dois raios, com o logo VW ao centro.
  • Acabamento das portas em vinil com detalhe aveludado.
  • Acabamento dos bancos em tecido aveludado.
  • Encosto de cabeça com regulagem da altura.
  • Ar quente e ventilador de três velocidades.
  • Acionamento mecânico dos retrovisores.
  • Acionamento dos vidros manual basculante.
  • Assoalho e porta malas acarpetados.

Imagens Reginaldo de Campinas Raridades.

Imagens Reginaldo de Campinas Raridades.

Imagens Reginaldo de Campinas Raridades.

Imagens Reginaldo de Campinas Raridades.

Imagens Reginaldo de Campinas Raridades.

Imagens Reginaldo de Campinas Raridades.

Ficha Técnica.

  • Motor VW AP 1.6 Tuchos mecânicos..
  • Tração dianteira.
  • Combustível álcool.
  • Carburador.
  • Direção Simples.
  • Câmbio manual de 5 marchas.
  • Freios a disco sólido nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras.
  • Peso 894 KG.
  • Potência 90 CV.
  • De 0 a 100 – 11,0 Segundos.
  • Velocidade máxima 167 KM/h.
  • Consumo Cidade 7,5 KM/L Estrada 11 KM/L.
  • Porta malas 382 Litros.
  • Carga útil 350 KG.
  • Tanque de combustível 55 Litros.
  • Preço atualizado aproximado R$ 52.245,00.
  • Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária.

Imagens Reginaldo de Campinas Raridades.

Imagens Reginaldo de Campinas Raridades.

Imagens Reginaldo de Campinas Raridades.


Motor Tudo – Volkswagen Voyage GL 1.6 1987.

Carros dos anos 80 – Carros clássicos brasileiros.


Um comentário sobre “Volkswagen Voyage GL 1.6 1987 acabamento híbrido ano de difícil transição”

Deixe um comentário