Volkswagen SP2 1.7 1973, o Esportivo Compacto da década de 1970

Compartilhe

Com um acabamento interno impecável, e um desempenho a frente dos médios e compactos do início da década, ele foi a primeira tentativa de um esportivo Volkswagen

O Volkswagen SP2 vinha com um motor mais nervoso de 1678 cm³, 10 cv a mais que os modelos VW 1600 e um câmbio longo, deixando o esportivo refrigerado a ar, mais ágil e divertido de dirigir.

O acabamento interno era bem mais requintado que os Volkswagen da época, bancos em couro, com encosto de cabeça, e um painel com diversos mostradores.

O carro foi projetado no recém criado departamento de estilo na fábrica de São Bernardo do Campo (SP), o Volkswagen SP2 foi desenhado e desenvolvido por brasileiros.

Mesmo sendo um modelo compacto, era vendido a preço de carro médio, mesmo nível que o modelo Ford Corcel GT.

Mas com a chegada do irmão refrigerado a água, o Volkswagen Passat, as vendas se tornavam cada vez mais difíceis, preço alto, plataforma ultrapassada, e a concorrência no quintal de casa, selaram seu destino.

Curiosidade

Nos anos 1980, houve uma grade corrida para conseguir motores, e principalmente câmbios de SP2, a intenção era equipar modelos para competição de rua, como VW Brasilia, Fusca e Pumas.

Desempenho

O motor 1.7 refrigerado a ar, atingia incríveis 153 km/h de velocidade final, indo de 0 a 100 em 17,4 segundos, números bastante significativos para um VW refrigerado a ar.

Pneus mais largos e uma aerodinâmica mais precisa, deixavam o SP2, bom de curvas e estável em retas, na comparação com os demais modelos VW.

O ponto negativo, era a vibração que o motor passava para a carroceria após 130 Km/h, deixava o carro bastante desconfortável para os ocupantes.

Acabamento Externo

Frente com desenho bastante aerodinâmico, com faróis duplos na horizontal, embutidos com recuo.

Para – Choques em lâminas de aço na cor grafite.

Setas dianteiras embutidas no para – choque.

Friso lateral preto emborrachado.

Friso lateral vermelho frisado, em toda a extensão do carro.

Retrovisor metálico, cromado estilo raquete.

Maçanetas embutidas na carroceria, cromadas.

Rodas de aço, VW 185/60 R14

Lanternas traseiras bicolor, embutidas, acompanhando as linhas do carro.

Logo SP2 vermelho na tampa traseira do motor.

Saída do escapamento cromada.

Acabamento Interno

Painel com forração em imitação de madeira, e vinil preto.

Volante esportivo, de três raios com acabamento em couro.

Diversos mostradores, como conta – giros, temperatura do óleo e voltímetro.

Acabamento de bancos e portas em couro marrom claro.

Acionamento dos vidros manual basculante.

Assoalho e porta – malas acarpetados.

Rádio Bosch AM.

Ficha Técnica – Volkswagen SP2 1.7 1973

Carroceria cupê;

Porte Compacto;

2 portas;

Motor VW Boxer 1700 refrigerado a ar;

Cilindros 4 opostos horizontalmente;

Longitudinal;

Tuchos Mecânicos;

Tração Traseira;

Combustível Gasolina;

Carburador corpo duplo;

Direção Simples;

Câmbio manual alongado de 4 marchas;

Embreagem monodisco a seco;

Freios a disco sólido nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;

Peso 890 kg;

Potência 75 cv;

Potência Máxima 5000 rpm;

De 0 a 100 – 17,4 Segundos;

Velocidade máxima 153 km/h;

Consumo Consumo na Cidade 6,9 km/l – Estrada 10,9 km/l;

Porta malas 141 Litros;

Carga útil Não informado;

Tanque de combustível 41 Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 125.458,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos brasileiros.

Carros Clássicos Brasil – Volkswagen 1600

3 comentários sobre “Volkswagen SP2 1.7 1973, o Esportivo Compacto da década de 1970”

    1. NÃO trabalho com vendas ou qualquer outro tipo de comércio de carros, apenas faço matérias sobre a história de carros clássicos brasileiros, leia a matéria na integra com atenção que entenderá.

  1. Andei em um SP2 quando era criança, por volta de 1973 ou 1974. Tenho um primo que entrou muito jovem na Volkswagen, e naqueles tempos , já era piloto de testes, então estava sempre com um VW zero em seu poder. Lembro que amei o carro esportivo, mesmo sendo criança. Era um dos tops da época. Saudades dos tempos em que as crianças jogavam bola na rua, os bairros, tinham um certo ar de interior, os muros baixos. Mesmo o Ipiranga, ao lado do centro, conservava ainda, uma paz e tranquilidade muito grandes.

Deixe um comentário