Volkswagen Santana GLS 2000 AP 1989 O sedã médio de luxo que unia força, agilidade e conforto

Em 1989 ter um Santana GLS 2000 era o sonho de consumo de muitos brasileiros, com um novo visual e um acabamento interno mais moderno, o sedã médio da Volkswagen assumiu o topo das vendas dentro do segmento no mercado brasileiro no final dos anos 80.

A concorrência com o Monza ainda era muito acirrada, mas entre os anos de 1987 e 1989, com um novo Upgrade nos motores AP e com novo visual, para-choques envolventes, novos faróis na versão GLS e um acabamento interno melhorado, o Santana conseguiu chegar ao topo do mercado nacional.

Uma das grandes vantagens que o Santana GLS 2000 oferecia sobre seu concorrente Monza SL/E, era a manutenção, mais simples e barata, o motor AP já consagrado, nada mais era que uma evolução que veio la do motor MD-270, passando pela primeira geração AP em 1984/1985 e chegando em 1989 mais robusto e já conhecido pela grande maioria dos mecânicos brasileiros.

No final dos anos 80, o Santana GLS 2000 era direcionado para um mercado bastante interessante, profissionais liberais, como dentistas, médicos, engenheiros, arquitetos, advogados entre outros.

Eu cheguei a conhecer dois dentistas no final dos anos 80, cada um tinha um Santana GLS 2000 na cor azul, confesso que quando ambos passavam com seus carros perto de mim, batia aquela simpática inveja.

Em 1989 a elite brasileira ainda tinha como foco o Opala Diplomata, a linha Santana era largamente vendida para profissionais liberais, funcionários de empresas públicas e privadas de médio e alto escalão, assim como vereadores e prefeitos de diferentes pontos do Brasil.

Desempenho

Motor 2000 AP, era ágil na cidade e forte na estrada, mesmo com a capacidade máxima de carga 5 adultos e porta-malas cheio ainda mantinha um bom desempenho.

Suspensão segura, bom de curvas de alta e baixa velocidade, nível de ruido interno, em altas e baixas rotações era bastante confortável, uma das características interessantes do motor AP 2000, era que mesmo em altas rotações durante as trocas de marchas, ou em altas velocidades na estrada, a vibração do motor não passava para dentro do carro.

Acabamento Externo

Faróis dianteiros com faróis de neblina embutidos, dando um visual único e muito bonito.

Para-choques envolventes.

Setas embutidas nos para-choques.

Frisos cromados no contorno dos para-choques.

Rodas de liga-leve exclusivas da família Santana GLS.

Retrovisores panorâmicos embutidos no quebra vento, com controle interno.

Logo GLS colado na lateral dos para-lamas.

Friso lateral emborrachado com friso cromado.

Lanternas traseiras, exclusivas da família Santana.

Logo tipo de traseiro Santana GLS.

Logo tipo traseiro VW 2000.

Modelo 4 portas.

Imagens Auto Top BH.

Imagens Auto Top BH.


Acabamento interno

Vidros e travas elétricas.

Acabamento de portas, bancos e teto em tecido aveludado riscado.

Bancos dianteiros e traseiros com encosto de cabeça com regulagem de altura.

Acabamento interno na cor marrom ou beje equatorial, dando um visual esporte fino.

Volante de 4 raios espumado exclusivo da família Santana e utilizado no Passat GTS 1.8 Pointer ano 1988/1989.

Painel tradicional da família Santana, com conta-giros e toca fitas digital AM/FM.

Ar-condicionado.

Imagens Auto Top BH.

Imagens Auto Top BH.

Imagens Auto Top BH.

Imagens Auto Top BH.

Imagens Auto Top BH.


Ficha Técnica – Santana GLS 2000 AP 1989

Carroceria – Sedã;

Porte – Médio;

Portas – 4;

Motor –  AP 2000;

Cilindros – 4 em linha;

Posição – Longitudinal;

Combustível – Gasolina;

Potência – 99 cv;

Peso Torque – 66,67 kg/kgfm;

Cilindrada – 1984 cm³;

Torque máximo – 16,2 kgfm a 3400 rpm;

Potência Máxima – 5200 rpm;

Tração – Dianteira;

Alimentação –  Carburador;

Direção – Hidráulica;

Câmbio – Manual de 5 velocidades com alavanca no assoalho;

Embreagem – Monodisco a seco;

Freios – Freio a disco sólido nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;

Peso – 1080 kg;

Suspensão dianteira – Independente, McPherson – Mola helicoidal;

Suspensão traseira – Eixo de torção – Mola helicoidal;

Comprimento – 4527 mm;

Distância entre-eixos – 2550 mm;

Largura – 1695 mm;

Altura – 1402 mm;

Aceleração de 0 a 100 – 12,1 Segundos;

Velocidade máxima – 165 km/h;

Consumo: Cidade 8 km/l – Estrada 12 km/l;

Autonomia: Cidade 600 km – Estrada 900 km;

Porta malas – 352 Litros;

Carga útil – 485 kg;

Tanque de combustível – 75 Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 119.852,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.


Imagens Auto Top BH.

Imagens Auto Top BH.

Imagens Auto Top BH.

Imagens Auto Top BH.

Imagens Auto Top BH.

Imagens Auto Top BH.

Imagens Auto Top BH.

Imagens Auto Top BH.

Imagens Auto Top BH.


Motor Tudo – Volkswagen Santana GLS 2000.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos brasileiros.

Carros dos anos 80 – Carros Clássicos brasileiros.

Please follow and like us:

6 comentários sobre “Volkswagen Santana GLS 2000 AP 1989 O sedã médio de luxo que unia força, agilidade e conforto”

  1. Tive 1 desse meu primeiro carro com 18 anos era azul carro muito top 89 álcool original econômico demais para 2.0 e andava muito bem mesmo saudades isso a 20 anos atrás

  2. Hj estou na reforma de um Santana 89, GLS 2 portas na cor preto! Excelente carro! Fiz diferenças coisas no carro, praticamente tudo original! Hj falta verificar o AC q não está funcionando! Mais digo carro espetacular! Não troco e nem vendo! Carros q não deveriam ter saído de cena! Carros de hj passam longe dos carros antigos!

  3. Muito interessante a matéria,gostei de saber sobre o carro, tenho um Santana 89 gls. Um carro muito bom pra passeio não trocô por um novo ,ea manutenção e muito barata. Só tá difícil achar um farol pra ele o meu é original só esta fosco o cromado

  4. Excelente matéria. Ótimas fotos. E as propagandas antigas ficou ótimo. Parabéns.

  5. Parabéns pela matéria ,mais queria saber se o preço é aquele mesmo que tá na matéria?

Deixe uma resposta