Quantum GLS 2000 1989 a SW top de linha da família Volkswagen

Na segunda metade da década de 1980 a família Volkswagen Santana estava no auge, e a versão top de linha de sua perua, Quantum GLS 2000 1989, era um dos modelos nacionais mais desejados.

No auge da carreira o SW Santana Quantum em sua versão top de linha, entregava um lindo visual estilo esporte fino, e muitos equipamentos de luxo, além de uma mecânica descomplicada e muito eficiente.

Sendo modelo atraente e bastante eficiente para a época, a consequência era o valor estratosférico do modelo zero km na concessionária e o custo das manutenções preventivas e corretivas.

O mercado do seguimento SW no Brasil estava da seguinte maneira,

Modelos compactos, liderado pelo Volkswagen Parati, seguido por Fiat Elba e Chevrole Marajó.

Modelos Médios, Volkswagen Santana Quantum e Ford Del Rey Scala/Belina, o Chevrolet Kadett Ipanema só chegaria no ano seguinte.

Modelo grande porte, Cevrolet Caravan.

Desempenho

Estabilidade –  O conjunto, carroceria, chassi e suspensão, era muito eficiente e equilibrado, conseguia unir segurança e conforto.

Motor –  Utilizando o motor Volkswagen AP 2.0 de 112 CV atingia velocidade final real de 170 km/h, era robusto e de manutenção descomplicada.

Câmbio –  O câmbio manual de 5 velocidades, era um dos melhores do mercado, engates precisos, mesmo nas trocas rápidas de marchas e muito macio.

Retomadas e ultrapassagens – O motor AP 2.0 tinha muito fôlego, era elástico e respondia rápido ao acelerador, com aceleração de 0 a 100 em 11,9 segundos.

Consumo –  Para um motor de 4 cilindros a álcool de um carro de médio porte, fazer 8,7 km/l na estrada, era considerado dentro dos padrões para a época.

Imagens Reginaldo de Campinas as Melhores Raridades

Acabamento Externo

Faróis –  Quadrados de lentes planas;

Setas dianteiras – Embutidas no para – choque;

Para – choques –  Envolventes na cor grafite e um fino friso metálico dando um ar mais refinado;

Faróis de neblina – Luz de longo alcance embutida no mesmo conjunto dos faróis;

Grade de ar do motor – Em lâminas de plástico na horizontal, na cor grafite;

Retrovisores Externos – Panorâmicos, com ajuste elétrico interno;

Frisos – Emborrachados em toda a extensão lateral do carro que um filete cromado;

Rodas – Rodas de aço 185/70 R13;

Maçanetas – Na cor grafite;

Logo – “Quantum GLS” na tampa do porta malas;

Lanterna Traseira – Tricolor com luz de ré;

Bagageiro – Sim;

Teto Solar – Não;

Limpador do vidro traseiro – Sim;

Acabamento Interno e Instrumentos

Painel – Com diversos mostradores em escala;

Conta – giros – Sim;

Acabamento do painel – Em vinil na cor grafite;

Volante – Espumado de 4 raios estilo executivo;

Sistema de som – Sim;

Ventilador – Sim;

Ar – condicionado – Opcional;

Ar –  quente – Sim;

Luz de leitura – Sim;

Relógio – Digital, junto com os mostradores;

Acendedor de cigarros – Sim;

Cinzeiro – Sim;

Acionamento dos vidros – Elétricos nas quatro portas;

Sistema de travamento das portas – Central Elétrico;

Ajuste dos retrovisores externos – Elétrico;

Acabamento dos bancos – Em fino tecido aveludado;

Acabamento das portas – Em vinil e tecido aveludado;

Luz de Sinalização no rodapé das portas – Não;

Banco traseiro – Rebatível, com cintos de segurança de tr~es pontos e com encosto de cabeça para dois passageiros;

Encosto de cabeça – Para quatro passageiros;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro – Sim;

Assoalho – Acarpetado;

Porta-malas – Acarpetado;

Ficha Técnica – Santana Quantum GLS 2000 1989

Carroceria – SW;

Porte – Médio;

Portas – 4;

Motor –  AP 2000;

Cilindros – 4 em linha;

Posição – Longitudinal;

Combustível – Álcool;

Potência – 112 cv;

Peso Torque – 67,05 kg/kgfm;

Cilindrada – 1984 cm³;

Torque máximo – 17,3 kgfm a 3100 rpm;

Potência Máxima – 5200 rpm;

Tração – Dianteira;

Alimentação –  Carburador;

Direção – Hidráulica;

Câmbio – Manual de 5 velocidades com alavanca no assoalho;

Embreagem – Monodisco a seco;

Freios – Freio a disco sólido nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;

Peso – 1160 kg;

Suspensão dianteira – Independente, McPherson – Mola helicoidal;

Suspensão traseira – Eixo de torção – Mola helicoidal;

Comprimento – 4543 mm;

Distância entre-eixos – 2550 mm;

Largura – 1695 mm;

Altura – 1439 mm;

Aceleração de 0 a 100 – 11,9 Segundos;

Velocidade máxima – 170 km/h;

Consumo: Cidade 6,5 km/l – Estrada 8,7 km/l;

Autonomia: Cidade 487,5 km – Estrada 652,5 km;

Porta malas – 394 Litros;

Carga útil – 500 kg;

Tanque de combustível – 75 Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 142.152,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos brasileiros.

Please follow and like us:

3 comentários sobre “Quantum GLS 2000 1989 a SW top de linha da família Volkswagen”

  1. Sonho das famílias entre 1986 e 91.

  2. Meu irmão tinha uma dessa só que era automática.
    Carro muito top andei muito quando criança.

  3. Ótimo carro uma pena as SW ter ido embora, eu sou completamente apaixonado por sedans e wagons, e a Quantum foi um dos Volkwagen que eu passei a gostar andei muito quando criança.

Deixe uma resposta