MP Lafer 1985 de glamouroso a exótico

Durante a década de 1970 ele foi um dos modelos nacionais mais glamourosos do Brasil, mas na década seguinte ganhou o título de exótico

Com a chegada da nova geração de esportivos e modelos de luxo no início da década de 1980, como o Passat Pointer, Gol GT, Escort XR3 e o médios VW Santana e Chevrole Monza, o mercado passou a ter uma visão diferente do MP Lafer.

Durante as década de 1970 e 1980, ter um modelo fora de série na garagem era sinônimo de luxo, bom gosto e muito dinheiro no bolso, Puma, MP Lafer, Miura e Santa Matilde, foram bons exemplos de modelos de alto custo que utilizavam plataformas das montadoras em série.

A Lafer S/A produzia carros que tinham um visual muito próximo do inglês MG TD, e eram vistos no mercado brasileiro como modelos das celebridades, bonitos, luxuosos e muito bem equipados, mas a partir do o ano de 1982, perdeu bastante espaço entre os nacionais mais emplacados.

Seu público na década de 1980, tinham idades acima de 45 anos com foco em modelos exóticos.

Desempenho

Utilizando a plataforma VW 1600, e pesando menos de 800 KG, entregava um bom desempenho na cidade, indo de 0 a 100 em 18,8 segundos, um bom número para uma plataforma dos anos 1970;

Na estrada, o que valia era o vento no rosto, um conversível leve, com a mesma suspensão da família VW, era de desempenho modesto em curvas de alta, com tendencias a siar de traseira;

Em retas atingia bons 129 KM/h de velocidade final real.

Acabamento Externo

Faróis –  Redondos de lentes boleadas e uma imitação de um radiador cromado;

Setas dianteiras – Setas dianteira, sobre os para – lamas;

Para – choques –  Em lâminas de aço carbono cromadas;

Faróis de neblina –  Três luzes redondas de longo alcance, acima do para – choque dianteiro ;

Grade de ar do motor – Entradas de ar forçada sobre a tampa do motor;

Retrovisores Externos –  Retrovisor redondo, cromado, com ajuste manual;

Frisos – Cromados no contorno do para – brisa;

Rodas – Enraiadas cromadas;

Maçanetas – Cromadas;

Logo – “Lafer” na tampa do motor;

Lanterna Traseira – Bicolor com luz de ré;

Bagageiro – Não;

Teto Solar – Não;

Limpador do vidro traseiro – Não;

Acabamento Interno e Instrumentos

Painel – Com diversos mostradores em escala circular;

Conta – giros – Sim;

Acabamento do painel – Em madeira e detalhes cromados;

Volante – Esportivo de três raios;

Sistema de som – Sim, posicionado dentro do porta – luvas;

Ventilador – Não;

Ar – condicionado – Não;

Ar –  quente – Sim;

Luz de leitura – Não;

Relógio – Opcional;

Acendedor de cigarros – Sim;

Cinzeiro – Sim;

Acionamento dos vidros – Elétrico;

Sistema de travamento das portas – Mecânico;

Ajuste dos retrovisores externos – Manual;

Acabamento dos bancos – Em couro;

Acabamento das portas – Em couro preto;

Luz de Sinalização no rodapé das portas – Não;

Banco traseiro – Sem acessórios;

Encosto de cabeça – Para dois passageiros nos bancos dianteiros;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro – Não;

Assoalho – Acarpetado;

Porta-malas – Acarpetado;

Ficha Técnica – MP Lafer 1985

Carroceria – Conversível;

Porte – Compacto;

Portas – 2;

Motor –  VW Boxer 1600;

Cilindros – 4 opostos horizontalmente;

Posição – Longitudinal;

Peso Torque – 59,69 kg/kgfm;

Tração – Traseira;

Combustível – Gasolina;

Alimentação –  Carburador;

Direção – Simples;

Câmbio – Manual de 4 velocidades, alavanca no assoalho;

Embreagem – Monodisco a seco;

Freios – Freio a disco ventilado nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;

Peso – 776 kg;

Comprimento – 3910 mm;

Distância entre-eixos – 2400 mm;

Potência – 65 CV;

Cilindrada – 1584 cm³;

Torque máximo – 13 kgfm a 3000 rpm;

Potência Máxima – 4600 RPM;

Aceleração de 0 a 100 – 20 Segundos;

Velocidade máxima – 129 km/h;

Consumo: Cidade 8 km/l – Estrada 11 km/l;

Autonomia: Cidade 328 km – Estrada 451 km;

Porta malas – 150 Litros;

Carga útil – Não informado;

Tanque de combustível – 41 Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 103.485,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos brasileiros.

Please follow and like us:

Deixe uma resposta