Monza SL/E 2.0 1989 ainda era um dos mais emplacados

Carros dos anos 80 Chevrolet Chevrolet Monza

No último ano da década de 1980 a briga pelo mercado dos médios de luxo ainda estava aquecida, e o Chevrolet Monza e Volkswagen Santana ainda eram os líderes

Nos anos de 1984, 1985 e 1986, o modelo da Chevrolet, não apenas dominou o mercado dos sedãs médios de luxo, mas também foi o modelo nacional mais emplacado nos três anos, no último ano da década de 1980, o Monza SL/E 2.0 1989, já não era mais o líder no mercado dos médios, desde 1987 com a chegada das novas versão da família Santana, o Monza passou a ocupar o segundo lugar dentro do seguimento.

Mesmo assim ainda era um dos modelos nacionais mais desejado, em 1989 a versão SL/E 2.0 do Monza, já não era a mais cara do mercado ao lado do Opala Diplomata, Gol GTi 2.0, Santana Evidence, Opala Diplomata e Monza Classic 2.0, disputavam o posto dos modelos top de linha e de custo mais alto.

Tanto o Monza, quanto o mercado de carros no Brasil tiveram mudanças mínimas entre 1985 e 1989, com exceção da chegada do modelo injetado da VW, sem mudanças mais significativas, e sem a chegada de nenhum modelo de luxo ao mercado, Monza e Santana se revesavam entre os mais emplacados dentro do seguimento dos médios, Ford Del Rey já desatualizado, mesmo com preço bem inferior aos de seus concorrentes, detinha uma fatia muito pequena do mercado, o fim do VW Passat e Monza Hatch em 1988, deixaram os dois sedãs com um espaço a mais.

Desempenho

O motor Chevrolet Família II 2.0, que equipava a linha Monza, tinha o torque mais suave do mercado, mesmo em altas rotações, o carro mantinha o nível de ruído interno e externo, mais confortável de todo o Brasil.

O câmbio também era o mais macio, de engates muito precisos e eficientes;

A confiabilidade do conjunto motor e câmbio, colocava o Monza no mesmo patamar da família VW AP;

A tecnologia utilizada na suspensão, sem a menor sombra de dúvida era a mais avançada do mercado brasileiro, a Chevrolet conseguia unir em uma mesma suspensão, macies e eficiência, deixando o carro ao mesmo tempo muito confortável e estável;

O ponto negativo ficava para o custo de manutenção, entre os médios de luxo, era a manutenção mais cara.

Acabamento Externo

Desde o segundos mestre de 1985 o Monza mudou pouco, mas ainda mantinha um visual empolgante para a época;

Frente com faróis chanfrados, embutidos em um mesmo conjunto com a setas;

Para – choques em aço na cor preto, com friso emborrachado;

Abaixo do para-choque dianteiro uma continuação da lataria dando a impressão de um para-choque envolvente;

Friso emborrachado na lateral do carro com o logo “Monza SL/E”;

Grade de entrada de ar dianteira com a gravata Chevrolet;

Retrovisores panorâmicos com controle interno elétrico;

Lanternas traseiras riscadas bonitas e muito eficientes;

Rodas de liga leve exclusivas da família Monza 185/70 R13;

Logo 2.0 na tampa traseira do porta malas.

Acabamento Interno

Painel completo, com mostradores em escala circular + conta – giros;

Volante executivo anatômico de 4 raios;

Regulagem de altura do volante;

Ar-condicionado;

Travas e vidros elétricos;

Ajuste elétrica dos retrovisores;

Sistema central de travamento de portas;

Encosto de cabeça nos bancos dianteiros e traseiros;

Acabamento dos bancos e potas, em tecido aveludado exclusivo Chevrolet;

Luz de sinalização nos rodapés das portas.

Rádio toca – fitas AM/FM;

Acendedor de cigarros;

Cinzeiro embutido no painel;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro;

Assoalho e porta – malas acarpetados.

Ficha Técnica – Chevrolet Monza SL/E 2.0 1989

Carroceria Sedã;

Médio porte;

2 portas;

Motor Chevrolet Família II 2.0;

Tração dianteira;

Combustível Gasolina;

Carburador;

Direção Hidráulica;

Câmbio manual de 5 marchas;

Freios a disco ventilado nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;

Peso 1100 KG;

Potência oficial 99 CV, na prática entregava aproximadamente 110 CV;

De 0 a 100 – 12 Segundos;

Velocidade máxima 161 KM/h;

Consumo Cidade 8,4 KM/L Estrada 12,4 KM/L;

Porta malas 510 Litros;

Carga útil 475 KG;

Tanque de combustível 61 Litros;

Preço atualizado aproximado R$ 92.713,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária.

Motor Tudo – Monza SL/E 2.0 1989

Carros Clássicos Brasil – Monza

Monza SL/E 2.0 1989 ainda era um dos mais emplacados
5 (100%) 1 vote[s]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *