Mercedes Benz SW 300TD Turbodiesel W123 1983 o verdadeiro estilo da família alemã

Compartilhe

No início da década de 1980, os modelos SW, estavam em alta no mundo inteiro, uma tendência não apenas para as famílias, mas também empresas e outros segmentos dos mercado

A unidade aqui da matéria, é um Mercedes Benz SW 300TD W123 1983, equipado com motor Diesel Turbocompressor, com 5 cilindros em linha de 125 cv e câmbio automático de 4 marcha, velocidade final e agilidade não eram seu ponto forte, com165 km/h de velocidade final real, e aceleração de 0 a 100 em 15 segundos. Seus principais atributos ficavam para a força com carga máxima de peso, 5 adultos e porta malas cheio, onde o carro praticamente não perdia o fôlego, e o incrível acabamento interno.

A versão SW 300TD Turbodiesel W123, era considerado uma versão intermediária da montadora, com um algo a mais, e venceu algumas competições de longo alcance na Europa, como o “Rallye maratona” de 30.000 km. Que mostrava não apenas a resistência do conjunto motor, câmbio e tração traseira (RWD), mas uma posição de dirigir que proporciona ao motorista, dirigir por longos períodos sem desconfortos.

Além do lindo visual SW, de grande porte, o modelo vinha equipado com teto solar e bagageiro. Os instrumentos e acabamento interno, ofereciam, direção hidráulica, vidros e travas elétricas, conta-giros, regulagem elétrica de altura dos faróis e muito mais.

Desempenho

Estabilidade –  O conjunto do projeto, dava ao carro uma ótima estabilidade, a Mercedes-Benz incrivelmente conseguia unir, maciez e eficiência, em uma mesma suspensão, mesmo em piso de chão batido, se mantinha dentro do esperado.

O motor – Equipado com o motor 3.0 cód 617.952 de 5 cilindros, e 2998 cm3, era eficiente e confiável. Resistente e com um tempo de vida útil que chamava a atenção para a época.

Câmbio –  O câmbio automático de 4 marchas, entregava além do conforto de um câmbio automático, muita eficiência, e sem trancos nas trocas.

Retomadas e ultrapassagens – Mesmo sendo um modelo que pesava 1620 kg, era confiável e eficiente mesmo com carga máxima de peso, não perdia fôlego nem desempenho.

Consumo –  Para um motor de 5 cilindros, fazer 7,3 km/l na cidade, estava dentro do esperado para a época, mais detalhes na ficha técnica no final do post.

Acabamento Externo

Faróis –  Duplos de lentes boleadas, embutidos em uma moldura cromada;

Setas dianteiras – Embutidas no para-lama;

Para – choques –  Cromados, com frisos emborrachados;

Faróis de neblina – Não;

Grade de ar do motor – Cromada, tradicional Mercedes-Benz sedã / SW;

Retrovisores Externos – Panorâmicos cromado, com controle mecânico interno;

Frisos – Fino friso lateral, emborrachado, com detalhe cromado;

Rodas – De liga leve tradicionais família Mercedes Benz;

Maçanetas – Cromadas, com detalhes em grafite;

Logo – “Turbo Diesel”, Na tampa do porta–malas;

Lanterna Traseira – Bicolor, com luz de ré posicionadas abaixo do para-choque;

Bagageiro – Sim;

Teto Solar – Sim;

Limpador do vidro traseiro – Sim;

Acabamento Interno e Instrumentos

Painel – Com diversos mostradores em escala circular;

Conta – giros – Sim;

Acabamento do painel – Em couro e madeira;

Volante – Espumado de quatro raios;

Sistema de som – Sim;

Ventilador – Sim;

Ar – condicionado – Sim;

Ar –  quente – Sim;

Luz de leitura – Sim;

Relógio – Analógico;

Acendedor de cigarros – Sim;

Cinzeiro – Sim;

Acionamento dos vidros – Elétricos;

Sistema de travamento das portas – Elétrico;

Ajuste dos retrovisores externos – Interno mecânico;

Acabamento dos bancos – Em courvin;

Acabamento das portas – Em couro com detalhes cromados;

Luz de Sinalização no rodapé das portas – Não;

Banco traseiro – Rebatível, com encosto de cabeça para dois passageiros removíveis;

Encosto de cabeça – Para 4 passageiros, sendo os dianteiros fixos, com regulagem de altura;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro – Não;

Assoalho – Acarpetado;

Porta-malas – Acarpetado;

Ficha Técnica – Mercedes Benz SW 300TD Turbodiesel W123 1983

Carroceria – SW;

Porte – Grande;

Portas – 4;

Motor –  3.0 Turbocompressor Cód 617.952;

Cilindros – 5 em linha;

Válvulas por cilindro – 2;

Posição – Longitudinal;

Combustível – Diesel;

Potência – 125 cv;

Peso Torque – N/D kg/kgfm;

Cilindrada – 2998 cm³;

Torque máximo – 25 kgfm a N/D rpm;

Potência Máxima – 4350 rpm;

Tração – Traseira (RWD);

Alimentação –  Injeção direta Bosch PES;

Direção – Hidráulica;

Câmbio – Automático de 4 marchas com alavanca no assoalho;

Embreagem – Conversor de torque;

Freios – A disco sólido nas 4 rodas;

Peso – 1620 kg;

Suspensão dianteira – N/D;

Suspensão traseira – N/D;

Comprimento – 4720 mm;

Distância entre-eixos – 2800 mm;

Largura – 1790 mm;

Altura – 1470 mm;

Aceleração de 0 a 100 – 15 Segundos;

Velocidade máxima – 165 km/h;

Consumo: Cidade 7,3 km/l – Estrada 9,8 km/l;

Autonomia: Cidade N/D km – Estrada N/D km;

Porta malas – 523 Litros;

Carga útil – Não informado;

Tanque de combustível – 70 Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 439.629,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos brasileiros.joi

Deixe uma resposta