Maverick Super Luxo Sedan 6 cilindros na teoria um custo mais baixo

Equipado com o motor 3.0 de 6 cilindros, a ideia era menos potência, menor consumo e custo de manutenção mais em conta, mas na prática funcionou diferente

A versão Maverick Super Luxo Sedan 3.0 de 6 cilindros, entregava menos potência 8,4 segundos mais lento de 0 a 100 que as versões V8, mas o consumo de combustível e custo das manutenções preventivas e corretivas nas concessionárias Ford eram basicamente os mesmos.

O consumo de combustível de ambas as versões eram basicamente o mesmo, na cidade 4,5 km/l e 5 km/l, na estrada na estrada 5,5 km/l e 6,5 km/l, o mesmo ocorria na hora de tirar dinheiro do bolso para pagar as revisões de garantia, praticamente não havia diferença de valores.

Já o preço de compra zero km existia uma boa diferença, o V8 em valores atualizados R$ 162.965,00, já a versão 6 cilindros sem ar – condicionado R$ 149.231,00.

As versões GT, eram sempre as mais emplacadas, entre as unidades de luxo, tanto coupé, quanto sedan, os modelos com 6 cilindros eram as mais vendidos, já os V8 de luxo, foram as unidades menos emplacadas.

Desempenho

Estabilidade –  O conjunto, carroceria, chassi e suspensão, era considerado eficiente para a época, mas com um de 6 cilindros de baixo do capô, aliado a uma suspensão muito macia, e um sistema de direção hidráulica não muito preciso, era bom o motorista sempre estar atento em altas velocidades.

Ponto negativo – Para um modelo tão potente e pesando 1372 kg, utilizar freios a tambor nas 4 rodas, era uma péssima ideia.

Motor –  Utilizando o motor BF-184 de 112 CV, era o modelo dentro de seu seguimento com a manutenção mais barata e descomplicada da época.

Câmbio –  O câmbio manual de 4 velocidades, cumpria seu papel para a época, mas a alavanca na coluna de direção, após algum tempo de uso passava a dificultar alguns engates, exigindo regularmente manutenções corretivas.

Retomadas e ultrapassagens – Com um conjunto de motor e câmbio extremamente saudável e indo de 0 a 100 em 11,4 segundos, era seguro e eficiente.

Consumo –  Em 1974 a crise do petróleo ainda não havia sido oficialmente anunciada, mesmo assim utilizar 5 km/l na cidade, ainda não era um incomodo para quem podia investir em um modelo de alto custo, mais dados na ficha técnica no final do post.

Acabamento Externo

Faróis –  Redondos de lentes boleadas.

Frisos – Não;

Rodas – Tradicionais da família Ford Maverick, com calotas cromadas;

Maçanetas – Cromadas;

Logo – “Maverick ” na lateral dos para – lamas dianteiros;

Lanterna Traseira – Bicolor com luz de ré;

Bagageiro – Não;

Teto Solar – Não;

Limpador do vidro traseiro – Não;

Acabamento Interno e Instrumentos

Painel – Com mostradores em escala circular;

Conta – giros – Não;

Acabamento do painel – Em couro e metal preto;

Volante – De plástico injetado de dois raios;

Sistema de som – Radio AM Ford Philco;

Ventilador – Sim;

Ar – condicionado – Opcional;

Ar –  quente – Sim;

Luz de leitura – Não;

Relógio – Não;

Acendedor de cigarros – Sim;

Cinzeiro – Sim;

Acionamento dos vidros – Manual basculante;

Sistema de travamento das portas – Mecânico;

Ajuste dos retrovisores externos – Manual;

Acabamento dos bancos – Em vinil e tecido plástico;

Acabamento das portas – Em vinil com detalhes cromados;

Luz de Sinalização no rodapé das portas – Não;

Banco traseiro – Sem acessórios;

Encosto de cabeça – Não;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro – Não;

Assoalho – Acarpetado;

Porta-malas – Acarpetado;

Ficha Técnica – Maverick Super Luxo Sedan 6 cilindros 3.0 – 1974

Carroceria – Sedan;

Porte – Grande;

Portas – 4;

Motor –  3.0 6 cilindros – Cód BF-184;

Cilindros – 6 em linha;

Posição – Longitudinal;

Peso Torque – 60,71 kg/kgfm;

Tração – Traseira;

Combustível – Gasolina;

Alimentação –  Carburador;

Direção – Hidráulica;

Câmbio – Manual de 4 velocidades, com alavanca na coluna de direção;

Embreagem – Monodisco a seco;

Freios – Freio a tambor nas 4 rodas;

Peso – 1372 KG;

Comprimento – 4732 mm;

Distância entre-eixos – 2792 mm;

Potência – 112 CV;

Cilindrada – 3014 cm³;

Torque máximo – 22,6 kgfm a 2000 rpm;

Potência Máxima – 4400 RPM;

Aceleração de 0 a 100 – 20,8 Segundos;

Velocidade máxima – 150 km/h;

Consumo: Cidade 5 km/l – Estrada 6,5 km/l;

Autonomia: Cidade 325 km – Estrada 422,5 km;

Porta malas – 417 Litros;

Carga útil – Não informado;

Tanque de combustível – 65 Litros;

Valor atualizado Aproximado –  R$ 149.231,00.

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos brasileiros.

Please follow and like us:

Deixe uma resposta