Gol Special 2001, ganha upgrade de motor e fica mais econômico

Compartilhe

O Gol Special 2001, manteve o mesmo motor e desempenho dos anos anteriores 1999/2000, mas ganhou um significativo upgrade no sistema de alimentação e ficou 1,1 km/l (G) mais econômico na cidade e na estrada a economia foi de 1,4 km/l (G).

Sendo produzido simultaneamente com a geração Gol G3, que ainda utilizava a plataforma AB9. A carroceria Bola entregava duas versões Gol 1.0 e Special 1.0, ambas exatamente com mesmo motor e desempenho, a diferença ficava por conta de alguns poucos equipamentos de série na versão e um pequeno pacote de opcionais disponível.

Mas sem dúvida, o que mais chamava a atenção no Gol Bola 1.0 2001, além da economia de combustível, era seu desempenho. Como já citei em outras matérias, os números no desempenho eram muito próximos aos modelos VW da década de 1980, com motores MD-270 1.6 de 81 cv.

No ano 2001 eu fiz algumas viagens entre litoral paulista e Curitiba, um trecho de aproximadamente 400 km, com um modelo exatamente igual ao da matéria, e o desempenho me surpreendeu, o carro era robusto e em alguns momentos da viagem eu chegava a esquecer que estava dirigindo um modelo 1.0. Em uma das viagens cheguei a perguntar para o proprietário do carro, se era mesmo 1.0 e não um modelo 1.6, e ele me afirmou mostrando o documento, “Motor 1.0”.

Em 2001 houve uma melhor na sistema de alimentação, que deixou o Gol Bola com o mesmo desempenho e robustez, porém mais econômico. Mas com certeza a maior diferença ficava para o carro com carga máxima de peso. Sim, sem dúvida como todo modelo 1.0 perderia um desempenho significativo.

A unidade da nossa matéria é um Gol Special 2001, equipado com o motor EA 111 1.0 de 54 cv, torque máximo de 8,5 kgfm a 3250 rpm, velocidade final real de 147 km/h e aceleração de 0 a 100 e 18,2 segundos. Quanto ao consumo na cidade fazia 12,2 km/l e na estrada 15,7 km/l.

Acabamento externo

Faróis –  De lentes levemente boleadas nas extremidades;

Setas dianteiras – Embutidas no mesmo conjunto dos faróis;

Para – choques –  Envolventes na cor grafite;

Faróis de neblina – Não;

Grade de ar do motor – Com frisos na horizontal na cor grafite;

Retrovisores Externos – Panorâmicos com ajuste manual;

Frisos – Não;

Rodas – De aço 145/80 R13;

Maçanetas – Na cor grafite;

Logo – “Gol Special”, Na tampa do porta – malas;

Lanterna Traseira – Tricolor tradicionais da família Gol Bola;

Bagageiro – Não;

Teto Solar – Não;

Limpador do vidro traseiro – Não;

Acabamento interno e Instrumentos

Painel – Com mostradores básicos em escala circular;

Conta – giros – Não;

Acabamento do painel – Em vinil nas cores preto e cinza;

Volante – De três raios espumado;

Sistema de som – Não;

Ventilador – Sim;

Ar – condicionado – Não;

Ar –  quente – Não;

Luz de leitura – Não;

Relógio – Não;

Acendedor de cigarros – Sim;

Cinzeiro – Sim;

Acionamento dos vidros – Manual basculante;

Sistema de travamento das portas – Mecânico;

Ajuste dos retrovisores externos – Manual;

Acabamento dos bancos – Em tecido plástico;

Acabamento das portas – Em vinil;

Luz de Sinalização no rodapé das portas – Não;

Banco traseiro – Sem acessórios;

Encosto de cabeça – Para dois passageiros com regulagem de altura nos bancos dianteiros;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro – Sim;

Assoalho – Acarpetado;

Porta-malas – Acarpetado;

Ficha Técnica – Gol Special 2001

Carroceria – Hatch;

Porte – Compacto;

Portas – 2;

Motor –  EA-111 1.0;

Cilindros – 4 em linha;

Válvulas por cilindro – 2;

Posição – Longitudinal;

Combustível – Gasolina;

Potência – 54 cv;

Peso Torque – 107,1 kg/kgfm;

Cilindrada – 999 cm³;

Torque máximo – 8,5 kgfm a 3250 rpm;

Potência Máxima – 5000 rpm;

Tração – Dianteira;

Alimentação – Injeção Multiponto;

Direção – Simples;

Câmbio – Manual de 5 velocidades com alavanca no assoalho;

Embreagem – Monodisco a seco;

Freios – Freio a disco sólido nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;

Peso – 910 kg;

Suspensão dianteira – Independente, McPherson – Mola helicoidal;

Suspensão traseira – Eixo torção – Mola helicoidal;

Comprimento – 3807 mm;

Distância entre-eixos – 2468 mm;

Largura – 1620 mm;

Altura – 1411 mm;

Aceleração de 0 a 100 – 18,2 Segundos;

Velocidade máxima – 147 km/h;

Consumo: Cidade 11,1 km/l – Estrada 14,3 km/l;

Autonomia: Cidade 566 km – Estrada 729 km;

Porta malas – 285 Litros;

Carga útil – 400 kg;

Tanque de combustível – 51 Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 72.708,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos brasileiros.

Deixe um comentário