Fusca monocromático 1964 com acessórios originais de época

Se você pensa que os primeiros acessórios chegaram aos modelos compactos nas décadas de 1970 e 1980, esta enganado, luzes de longo alcance, faróis de neblina, entre outros acessórios já equipavam o nosso Fusca

O Fusca monocromático 1964, vinha de série com um acabamento interno diferenciado, em tons cinzas e azuis, realçando com a carroceria, após sair da concessionária o proprietário dava um algo a mais, acessórios raros para a época, no acabamento externo suporte para acomodar faróis de neblina no para – choque dianteiro, retrovisor do motorista acoplado a luz de longo alcance, acessório para embutir a roda no para – lama traseiro, além de diversos detalhes cromados, no acabamento interno ventilador, relógio analógico Volkswagen, alavanca do câmbio personalizada, capas para bancos acolchoadas.

Na década de 1960 a Volkswagen dominava o senário da industria automobilística no Brasil, aproximadamente 75% dos carros emplacados em solo brasileiro eram modelos da montadora alemã, de um certo modo a nossa frágil economia ficava nas mãos dos executivos da montadora.

1964 também foi o ano em que os militares assumiram o poder, em meio a grande instabilidades na política e economia, as vendas do Fusca iam muito bem, voltado para um público economicamente ativo, na época conhecido como a classe média baixa, que eram trabalhadores com empregos fixos, operários das industrias, químicas, petroquímicas, siderúrgicas e trabalhadores de médio escalão das grandes redes de lojas, as vendas nunca paravam de subir.

Desempenho

No trânsito era um popular relativamente ágil, para os padrões da época.

Com um motor confiável que proporcionava uma autonomia de horas de trabalho sem precisar parar a todo momento para manutenção, era o carro ideal para serviços públicos e taxistas.

O desempenho na estrada era modesto, o suficiente para ir de um ponto a outro com eficiência de um popular dos anos 60.

Mas sem dúvida um dos pontos fortes era em ruas de paralelepípedo, ruas e estradas sem pavimentação, sua estrutura o transformava em um mini Jeep.

Acabamento Externo

Carroceria VW pequeno porte, duas portas.

Frente com faróis redondos de lentes boleadas,.

Para-choques estilo cabide, com suportes para farol de neblina.

Retrovisor satélite, cromado estilo bracinho, o do motorista com acoplamento para luz de longo alcance.

Rodas de aço VW com lindas calotas de aço boleadas.

Friso lateral metálico.

Lanternas traseira bicolor.

Acabamento em plástico nos para – lamas traseiros.

Acabamento Interno

Acabamento das portas em vinil, tons cinza e azul.

Bancos com acabamento em vinil cinza + capas acolchoadas.

Painel metálico na cor do carro.

Mostrador de combustível e velocímetro + relógio analógico na tampa do porta – luvas..

Lindo volante azul em imitação de marfim, brasão wolfsburg ao centro, e meio arco cromado para acionamento da buzina.

Rádio AM Moto Rádio.

Ventilador.

Acionamento dos vidros manual.

Ficha Técnica – Fusca monocromático 1964

Carroceria VW;

Porte Compacto;

2 portas;

Motor VW Boxer 1200;

Cilindros 4 opostos;

Longitudinal;

Tuchos mecânicos;

Tração Traseira;

Combustível Gasolina;

Carburador;

Direção simples;

Câmbio manual de 4 velocidades;

Embreagem monodisco a seco;

Freios a lona nas quatro rodas;

Peso 780 KG;

Potência 36 CV;

8,7 kgfm a 2800 rpm;

Potência Máxima 4600 RPM;

De 0 a 100 – 39,7 Segundos;

Velocidade máxima 103 KM/h;

Consumo na Cidade 9 KM/L – Estrada 13 KM/L;

Autonomia : Cidade 293 KM – Estrada 490 KM;

Porta malas 141 Litros;

Carga útil 380 KG;

Tanque de combustível 41 Litros;

Preço aproximado atualizado – R$ 47.331,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

Fusca – Motor Tudo

Deixe uma resposta