Fusca 1500 1970 Com Rodas e Volante de Porsche

O modelo é brasileiro, mas além das rodas e volantes do Porsche 924, os piscas, lanternas traseiras e velocímetro são do Fusca alemão

O Fusca 1500 1970 série dois, vinha com um novo visual, chegava ao fim a era dos para – choques estilo cabide, e no segundo semestre o motor fica mais potente 1493 cm³ e 52 CV de força, mas alguns fãs do besouro gostavam de ir mais alem.

Durante as décadas de 1970 e 1980, quem tinha acesso a produtos importados, e um pouco mais de dinheiro no bolso, costumava trazer peças diferenciadas para equipar seus modelos nacionais refrigerados a ar, peças e acessórios de Fusca, vindos dos estados Unidos e Alemanha, era o sonho de consumo da maioria dos proprietários, rodas, volantes e até motores de Porsche, chegaram a equipar modelos aqui no Brasil.

O modelo aqui do post, esta basicamente original, mesma carroceria, motor, câmbio e acabamento interno, com exceção dos lindos acessórios, rodas, volantes e lentes.

Desempenho

O motor VW Box 1500, ganhava fôlego e agilidade com a nova potência 1433 cm³ e 52 CV de força.

Na estrada era mais eficiente e seguro em ultrapassagens que as versões 1300, atingindo velocidade final de 125 KM/h reais.

O desempenho em curvas de alta e a estabilidade em retas era basicamente a mesma dos modelos com rodas originais, com ligeiro ganho em estabilidade.

Acabamento Externo

Frente com faróis redondos de lentes boleadas, embutidos em moldura cromada;

Setas dianteiras sobre os para – lamas importadas da Alemanha;

Para – choques em lâminas de aço carbono, cromados;

Rodas de liga – leve R15 de Porsche;

Retrovisor cromado estilo raquete, porém mais estendido que o modelo BR;

Maçanetas cromadas;

Lanternas traseiras tricolor com Luz de ré, do Fusca alemão;

Grande logo “VW 1500” na tampa do motor;

Acabamento Interno

Painel com acabamento em imitação de madeira jacarandá, velocímetro do Fusca alemão;

Volante do Porsche 924;

Acendedor de cigarros e cinzeiro embutido no painel, não eram disponibilizados para todos os países de destino, conforme legislação local;

Ar – quente – apenas em modelos mais específicos;

Acabamento de portas em vinil;

Acabamento dos bancos em tecido em vinil;

Cinzeiros cromados na lateral dos bancos traseiros.

Assoalho e porta malas emborrachados.

Ficha Técnica – Fusca 1500 1970

Carroceria VW;

Porte Compacto;

2 portas;

Motor VW Box 1500 refrigerado a ar;

Cilindros 4 opostos;

Longitudinal;

Tuchos Mecânicos;

Tração Traseira;

Combustível Gasolina;

Carburador;

Direção Simples;

Câmbio manual de 4 marchas;

Embreagem monodisco a seco;

Freios a disco sólido nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;

Peso 820 KG;

Potência 52 CV;

10,3 kgfm a 2600 rpm

Potência Máxima 4200 RPM;

De 0 a 100 – 23,1 Segundos;

Velocidade máxima 125 KM/h;

Consumo Consumo na Cidade 6 KM/L – Estrada 10 KM/L;

Porta malas 141 Litros;

Carga útil Não informado;

Tanque de combustível 41 Litros;

Motor Tudo – Fusca 1500 1970

Carros Clássicos Brasil – Fusca

2 comentários sobre “Fusca 1500 1970 Com Rodas e Volante de Porsche”

  1. Muito interessante. Vi no Programa Oficina Motor, do canal pago + Globosat, entusiastas do Fusca que também o equiparam com Rodas do Porsche e demais acessórios. Um desses carros tinha o motor 1.7, vários ítens do Porsche e até ar condicionado. Há muitos anos, vi pessoalmente um Fusca de mecânico, que era utilizado para competições em autódromos, com motor AP 1.8 do Santana e turbo. Foi necessário fazer uma nova tampa para o motor, de fibra, a fim de comportar o tamanho do novo propulsor. Fiquei impressionado.

    1. Realmente é impressionante as opções de mudanças que só um Fusca pode oferecer

Deixe uma resposta