Ford Rural de Luxo 4X2 3.0 1971 o desbravador do interior do Brasil

Compartilhe

Independente se era na configuração 4X2 ou 4X4, o utilitário Ford/Willys, sem dúvida foi um dos maiores desbravadores na construção do Brasil, entre 1958 e final da década de 1970

Em 1958 foi seu ano de estreia no Brasil, e logo de cara a montadora, ainda como Willys Overland, realizou sua primeira grande venda. Um gigantesco lote, com preços estratosféricos, para a construção de Brasília, seu cliente era a empreiteira Novacap, uma estatal sob o domínio do Presidente Juscelino Kubitschek e seus aliados.

Entre os chamados utilitários leves, foi também o mais utilizado na construção da rodovia transamazônica, o utilitário chegava onde os demais modelos nacionais não conseguiam, um descendente direto do Jeep Willys da segunda guerra mundial.

Em uma época, onde ainda não se usava as nomenclaturas, SUV off-road, e as estradas brasileiras conseguiam ser piores que as de hoje, sem dúvida, a versão do Ford Rural 4X2 3.0 1971, foi um herói.

Desempenho

Estabilidade – O conjunto carroceria, chassi e suspensão, foi projetado para área rural e serviços fora de estrada, no asfalto era de desempenho modesto, a suspensão rígida, passava muita vibração para a cabine.

Motor – O motor Ford de 6 cilindros era de manutenção descomplicada, quando com as manutenções em dia, entregava um tempo de vida útil bastante longo.

Câmbio – O câmbio de 4 marchas, com alavanca na coluna de direção, já havia recebido um upgrade considerável, em relação aos modelos de 3 marchas..

Retomadas e ultrapassagens – O motor não era muito elástico, e no asfalto deixava um pouco a desejar, mas seu ponto forte, ficava para o modelo com carga máxima de peso, praticamente não perdia o desempenho.

Consumo – 4 km/l para um utilitário de 6 cilindros em 1971 estava de ótimo tamanho.

Acabamento Externo

Faróis –  Redondos de lentes boleadas, embutidos em uma moldura cromada;

Setas dianteiras – Posicionadas abaixo dos faróis;

Para – choques –  Em lâminas de aço carbono cromadas;

Faróis de neblina – Não;

Grade de ar do motor – Em aço carbono bipartida, com o logo “RURAL”;

Retrovisores Externos– Estilo haste;

Frisos – Cromado em toda a extensão lateral do carro;

Rodas – Rodas de aço, tradicionais família Ford/Willys, com lindas calotas cromadas;

Maçanetas – Cromadas;

Logo – “Rural” na lateral da tampa do motor;

Lanterna Traseira – Em cor única;

Bagageiro – Não;

Teto Solar – Não;

Limpador do vidro traseiro – Não;

Acabamento Interno e Instrumentos

Painel – Com mostrador em escala circular;

Conta – giros – Não;

Acabamento do painel – Em metal nas cores da carroceria;

Volante – De plástico injetado de dois raios;

Sistema de som – Sim;

Ventilador – N/D;

Ar – condicionado – Não;

Ar –  quente – N/D;

Luz de leitura – Não;

Relógio – Não;

Acendedor de cigarros – Sim;

Cinzeiro – N/D;

Acionamento dos vidros – Manual basculante;

Sistema de travamento das portas – Mecânico;

Ajuste dos retrovisores externos – Manual;

Acabamento dos bancos – Em courvin;

Acabamento das portas – Em vinil na mesma tonalidade dos bancos e detalhes cromados;

Luz de Sinalização no rodapé das portas – Não;

Banco traseiro – Sem acessórios;

Encosto de cabeça – Não;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro – Não;

Assoalho – Emborrachado;

Porta-malas – Com proteção em madeira;

Ficha Técnica – Ford Rural de Luxo 4X2 3.0 1971

Carroceria – SUV;

Porte – Grande;

Portas – 2;

Motor –  BF – 184;

Cilindros – 6 em linha;

Válvulas por cilindro – 2;

Posição – Longitudinal;

Combustível – Gasolina;

Potência – 132 cv;

Peso Torque – 67,0 kg/kgfm;

Cilindrada – 3014 cm³;

Torque máximo – 22,3 kgfm a 2000 rpm;

Potência Máxima – 4400 rpm;

Tração – Traseira;

Alimentação –  Carburador;

Direção – Simples;

Câmbio – Manual de 4 velocidades com alavanca na coluna de direçã;

Embreagem – Monodisco a seco;

Freios – Freio a tambor nas 4 rodas;

Peso – 1494 kg;

Suspensão dianteira – Independente, braços sobrepostos – Molas helicoidal;

Suspensão traseira – Eixo rígido – Feixe de molas semielípticas;

Comprimento – 4596 mm;

Distância entre-eixos – 2654 mm;

Largura – 1880 mm;

Altura – 1842 mm;

Aceleração de 0 a 100 – 16 segundos;

Velocidade máxima – 142 km/h;

Consumo: Cidade 4 km/l – Estrada 6 km/l;

Autonomia: Cidade 264 km – Estrada 330 km;

Porta malas – 1298 litros;

Carga útil – 500 kg;

Tanque de combustível – 66 Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 198.345,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos brasileiros.joi

Deixe uma resposta