Ford Corcel Standard 1977, versão de entrada

Compartilhe

Em seu último ano de produção, a primeira geração do médio da Ford, na versão de entrada, o Ford Corcel Standard 1977, era oferecido com algumas facilidades mas não a preço de carro popular, a intenção da montadora era esvaziar seu estoque de peças, e abrir espaço para a produção do Corcel II.

Em 1977 as vendas de seu principal concorrente o VW Passat, haviam aumentado significativa, sem contar que o compacto sedã da Chevrolet o Chevette, também vinha mordendo uma boa fatia do mercado, com a necessidade de retomar as vendas, o modelo de médio porte da Ford passaria por um processo de rejuvenescimento, com o lançamento do Corcel II.

Um grande número de unidades emplacadas também foram vendidas a CNPJ e Taxitas, oferecendo facilidades no preço final e no financiamento, no final da década de 1970 e início da década de 1980, era bastante comum ver nas rodoviárias dos grandes centros como São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, Corcel I Standard 1977 com placa vermelha.

Desempenho

O motor Cleon Fonte 1.4, anos depois rebatizado de Ford CHT, dava ao carro, a força necessária para ter um bom desempenho na cidade;

O baixo consumo de combustível chamava a atenção 10 km/l na cidade, em pleno auge da crise do petróleo, um número no mínimo respeitável;

Na estrada tinha um desempenho razoável, chegando a 135 km/h de velocidade final;

As manutenções preventivas, e corretivas, eram de custo intermediário, bem mais salgada que um modelo compacto;

O conjunto carroceria, chassis e suspensão, tinham um peso melhor distribuído, que o da nova geração Corcel II, dando ao carro um relativa segurança em curvas de alta, e estabilidade nas retas em velocidades acima de 120 km/h;

O câmbio para a década 1970, era considerado macio e de engates precisos.

Acabamento Externo

Frente com faróis redondos de lentes boleadas, embutidos com recuo;

Grade de ar do motor com frisos na horizontal;

Para – choque em lâminas de aço carbono, cromados;

Setas dianteiras mal localizadas, abaixo do para – choque;

Logo Ford no capô do motor;

Fino friso metálico no rodapé, em toda extensão lateral;

Rodas de aço tradicionais família Corcel, com lindas calotas cromadas;

Retrovisor metálico, cromado, com ajuste manual;

Maçanetas cromadas;

Lanterna traseira Bicolor, com luz de ré;

Logo ” Corcel” na tampa do porta – malas.

Acabamento Interno

Painel metálico com pintura preta;

Mostradores básicos;

Acendedor de cigarros;

Cinzeiro embutido no apinel;

Volante de plástico injetado de dois raios;

Acabamento de bancos e portas em vinil, imitação de couro;

Acionamento dos vidros manual, basculante;

Luz de sinalização no roda pé das portas;

Vidro traseiro lateral bipartido, com abertura;

Assoalho e porta malas acarpetados.

Ficha Técnica – Ford Corcel Standard 1977

Carroceria Cupê;

Porte Médio;

2 portas;

Motor Cleon Fonte 1.4;

Cilindros 4 em linha;

Longitudinal;

Tuchos Mecânicos;

Tração Dianteira;

Combustível Gasolina;

Carburador;

Direção simples;

Câmbio manual de 4 marchas;

Embreagem monodisco a seco;

Freios a disco sólido nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;

Peso 944 kg;

Potência 75 cv;

Potência Máxima 5400 rpm;

De 0 a 100 – 23,6 Segundos;

Velocidade máxima 135 km/h;

Consumo Consumo na Cidade 10 km/l – Estrada 13,4 km/l;

Porta malas 380 Litros;

Carga útil 385;

Tanque de combustível 51 Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 97.578,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos brasileiros.joi

Motor Tudo – Ford Corcel Standard 1977

Carros Clássicos Brasil – Ford Corcel

Deixe um comentário