Ford 1940, Coupé Deluxe, o modelo mais utilizado entre as equipes de Stock Car

Compartilhe

O Ford 1940, na carroceria Coupé, era disponibilizado em diferentes configurações, a versão de entrada era Coupé Standard e a mais luxuosa o Coupé Deluxe, ambas equipadas com o motor V8 3.6. O modelo foi muito utilizado entre frotistas em países, como EUA e Canadá.

Em 1940, a Europa já estava mergulhada na segunda guerra mundial, mas alguns países como Brasil e EUA, só entrariam no confronto em 1942. Durante o tempo fora do fronte de batalha os norte-americanos estavam a todo o vapor investindo em corridas de Stock Car.

O modelo Ford 1940, Coupé na versão standard, era o preferido das equipes, um veículo com a carroceria mais leve que a de seus concorrentes na época, de baixo do capô o poderoso motor Ford V8 3.6, que fazia toda a diferença nas pistas.

Já a versão Coupé Deluxe, tinha a carroceria um pouco mais pesada, e com um custo mais elevado, em virtude da qualidade superior, de seu acabamento e instrumentos, em relação aversão de entrada, com um valor de compra e manutenção mais alto, era alvo de muitos frotistas da época.

Desempenho

Estabilidade – O conjunto carroceria, chassi e suspensão, era considerado atualizado para a época. Porém uma suspensão muito macia e um sistema de direção pouco preciso era sempre bom ficar atento em curvas de alta, para competição os modelos eram customizados.

Motor – O motor Ford V8 3.6, era de manutenção descomplicada, porém o custo das manutenções de um modelo zero km, só estava ao alcance da classe alta.

Câmbio – O câmbio 3 marchas era eficiente de engates precisos, mas exigia constantes manutenções preventivas na alavanca de engates.

Retomadas e ultrapassagens – Com uma carroceria relativamente leve, para os padrões da época, com um V8 de baixo do capô era eficiente e seguro.

Consumo – Para um motor 3.6 a gasolina, fazer 3,8 km/l na cidade estava dentro do esperado, mais detalhes na ficha técnica no final do post.

Acabamento externo

Faróis –  Redondos de lentes boleadas, embutidos em uma moldura cromada;

Setas dianteiras – Embutida na moldura dos faróis;

Para – choques –  Em lâminas de aço carbono cromados;

Faróis de neblina – Não – Utiliza luzes de longo alcance posicionadas na parte superior do para-choque, com lentes de milha;

Grade de ar do motor – Bem desenhada acompanhando as linhas da carroceria em aço carbono cromada;

Retrovisores Externos– Cromado estilo bracinho;

Frisos – Metálico em toda a extensão lateral;

Rodas – Rodas de aço tradicionais da família Ford, com calotas cromadas;

Maçanetas – Cromadas;

Logo – “Ford V8″ na tampa do porta-malas;

Lanterna Traseira – Em cor única;

Bagageiro – Não;

Teto Solar – Não;

Limpador do vidro traseiro – Não;

Acabamento interno e instrumentos

Painel – Com mostradores em escala horizontal ;

Conta – giros – Não;

Acabamento do painel – Em aço, nas cores branco e azul, com detalhes cromados;

Volante – Dois raios;

Sistema de som – Não;

Ventilador – Sim;

Ar – condicionado – Não;

Ar –  quente – Sim;

Luz de leitura – Não;

Relógio – Analógico;

Acendedor de cigarros – Sim;

Cinzeiro – Sim;

Acionamento dos vidros – Manual basculante;

Sistema de travamento das portas – Mecânico;

Ajuste dos retrovisores externos – Manual;

Acabamento dos bancos – Em tecido e courvin;

Acabamento das portas –  Em tecido e courvin;

Luz de Sinalização no rodapé das portas – Não;

Banco traseiro – Sem acessórios;

Encosto de cabeça – Não;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro – Não;

Assoalho – Acarpetado;

Porta-malas – Acarpetado;

Ficha Técnica – Ford 1940, Coupé Deluxe

Carroceria – Cupê;

Porte – Médio / Grande;

Portas – 2;

Motor –  3.6 flathead;

Cilindros – 8 em V;

Válvulas por cilindro – 2;

Posição – Longitudinal;

Combustível – Gasolina;

Potência – 98 cv;

Peso Torque – N/D kg/kgfm;

Cilindrada – 3598 cm³;

Torque máximo – 32,9 kgfm a — rpm;

Potência Máxima – 5500 rpm;

Tração – Traseira;

Alimentação –  Carburador Simples;

Direção – Hidráulica;

Câmbio – Manual de 3 velocidades com alavanca na coluna de direção;

Embreagem – Monodisco a seco;

Freios – Freio a tambor nas 4 rodas;

Peso – — kg;

Suspensão dianteira – Coil springs;

Suspensão traseira – Feixe de molas semi elíptica – De Dion axle;

Comprimento – — mm;

Distância entre-eixos – — mm;

Largura – —- mm;

Altura – —- mm;

Aceleração de 0 a 100 – 18,5 Segundos;

Velocidade máxima – 175 km/h;

Consumo: Cidade 3,8 km/l – Estrada 9 km/l;

Autonomia: Cidade N/D km – Estrada N/D km;

Porta malas – N/D Litros;

Carga útil – N/D kg;

Tanque de combustível – 60 Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 233.990,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos brasileiros.

Deixe um comentário