Escort XR3 Conversível 1986 Um esportivo para poucos

Ele era um dos carros mais caros do Brasil, sonho de consumo de muitos, acessível para poucos, esse era o Escort XR3 Conversível 1986

Em 1985 na novela Roque Santeiro, a filha de sinhozinho malta, “Tânia”, desfilava pelas ruas de Asa Branca com um modelo idêntico ao do nosso post, despertando os sonhos de milhões de brasileiros, no ano seguinte o Escort XR3 Conversível 1986 conseguiu a incrível façanha de ficar entre os 15 carros nacionais mais vendidos, mesmo custando 80% mais caro que o XR3 tradicional, em valores atuais algo próximo de R$ 154.000,00.

O Escort XR3 conversível, recebeu mais de 350 modificações em peças da estrutura, para se tornar um conversível, o modelo recebia na fábrica da Ford o sistema anti-corrosão, todo o processo de montagem era realizado na Karmann Ghia, depois devolvido a montadora para os retoques finais.

Durante a década de 1980, os conversíveis nacionais eram os chamados fora de série, Puma, Santa Matilde, MP Lafer, entre outros, e todos tinham problemas de vedação na capota de vinil, mas incrivelmente o Escort XR3 Conversível recebeu uma tecnologia em sua capota de vinil que mesmo com chuvas fortes, na estrada ou na cidade, o sistema de vedação era perfeito.

Curiosidade: 

Se a mesma carroceria que equipava o XR3 conversível tivesse uma capota metálica, teríamos um Verona da década de 1980, observando atentamente o hatch na versão conversível ficou com cara de sedã.

O modelo aqui do post pertence ao acervo L’art de L’automobile clássicos

Desempenho

Com 64 KG a mais que a versão tradicional, o Escort XR3 conversível recebeu 1,3 CV de força a mais no motor CHT, mas no geral não fez muita diferença o desempenho de ambos eram bem parecidos;

Na estrada o desempenho era de um modelo 1.6 convencional, alcançava bons 162 KM/h reais, mas acima de 135 KM/h o motor passava vibração para a carroceria;

O câmbio era de engates precisos, mas com relações muito longas para um esportivo;

Em curvas de alta era sempre bom ficar atento, se na versão tradicional o modelo tendia em sair de traseira, com o conversível o problema ficava mais evidente.

Acabamento Externo

Frente com faróis chanfrados, embutidos em um mesmo conjunto com as setas;

Grade de ar com frisos na horizontal na cor preto;

Para – choques em lâminas de aço carbono na cor do carro;

Com friso frontal emborrachado;

Cantoneiras de plástico pretas, nos pra – choques dianteiros e traseiros;

Luzes de longo alcance redondas na parte superior do para choque dianteiro;

Faróis de neblina retangulares, na parte inferior do para – choque dianteiro;

Rodas de liga – leve exclusivas da família XR3, 185/60 R14;

Retrovisores panorâmicos com controle mecânico interno;

Fino friso adesivo azul claro em toda a extensão lateral;

Maçanetas pretas;

capota em vinil;

Lanterna traseira tricolor, frisada;

Logo XR3, na tampa do porta – malas.

Acabamento Interno

Painel com mostradores com um visual moderno + com conta – giros;

Botões de comando, dos faróis, limpadores, e outras funções, bem posicionados;

Volante esportivo, anatômico de dois raios;

Relógio digital;

Acendedor de cigarros;

Cinzeiro embutido no painel;

Acionamento da capota em vinil manual;

Ventilador de três velocidades;

Ar – quente;

Ar – condicionado opcional;

Vidros elétricos – Opcional;

Travas elétricas;

Ajuste dos retrovisores interno mecânico;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro;

Acabamento de bancos e portas em tecido aveludado em tons cinza, com detalhes em vermelho;

Encosto de cabeça no banco dianteiro com regulagem de altura;

Assoalho e porta malas acarpetados.

Ficha Técnica – Escort XR3 Conversível 1986

Carroceria Conversível;

Porte Médio;

2 portas;

Motor Cléon Fonte / CHT 1.6;

Cilindros 4 em linha;

Transversal;

Tuchos mecânicos;

Tração Dianteira;

Combustível álcool;

Carburador;

Direção Simples;

Câmbio manual de 5 marchas;

Embreagem monodisco a seco;

Freios a disco ventilado nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;

Peso 990 KG;

Potência 83 CV;

Potência Máxima 5600 RPM;

De 0 a 100 – 13,9 Segundos;

Velocidade máxima 162 KM/h;

Consumo Consumo na Cidade 6,8 KM/L – Estrada 11 KM/L;

Porta malas 212 Litros;

Carga útil 324;

Tanque de combustível 48 Litros;

Preço atualizado R$ 158.000,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária.

Motor Tudo – Escort XR3 Conversível 1986

Carros Clássicos Brasil – Escort XR3

3 comentários sobre “Escort XR3 Conversível 1986 Um esportivo para poucos”

  1. Acabei de comprar este carro da reportagem.
    Pequenos ajustes em detalhes e o carro estará pronto para desfilar.

      1. É verdade, tenho mais 3 cabrios antigos (MP Lafer 77, Chamonix Spyder 550 S e Puma GTS 80) e o prazer é inigualável . Abs

Deixe uma resposta