Dodge Dart De Luxo 1977 carroceria branca e acabamento marrom fantástico

Compartilhe

A unidade aqui da matéria, vem com um incrível acabamento marrom, na mesma tonalidade do teto em vinil, contrastando, com o branco da carroceria, deixando o carro com um visual simplesmente incrível. A frente foi personalizada com itens da versão Charger 1972.

Em 1977 o Dodge Dart De Luxo, era versão executiva da família Dodge / Chrysler, entregava de série direção hidráulica, acabamento personalizado nas cores, marrom, azul, ou chateau, além da tradicional estampa de série, preto com tons grafite.

Algumas concessionárias da época ofereciam um kit personalizado de trio elétrico. Item extremamente raro nos modelos colecionáveis de hoje. O ar – condicionado também era opcional, mas apenas para alguns códigos das versões e unidades.

O ponto negativo – Ficava para a falta de conta – giros e ar – condicionado de série, para um modelo tão requintado, custando em média, a unidade zero km, R$ 192.832,00, em valores atualizados para o segundo semestre de 2020.

Desempenho

Estabilidade –  O conjunto, carroceria, chassi e suspensão, dava ao carro uma estabilidade relativa, mesmo sendo um projeto desenvolvido no final da década de 1960, ainda era considerado atualizado para o final da década de 1970.

Mas com um V8 em baixo do capô, somado a uma direção hidráulica pouco precisa e uma suspensão muito macia, era sempre bom o motorista ficar atento, para não ver o mundo girar.

Motor –  Utilizando o motor Dodge V8 LA 318 de 198 cv, era robusto e confiável, com um giro bastante estável em altas rotações. Mas o custo das manutenções preventivas e corretivas, de um modelo Zero km, estavam apenas ao alcance da classe alta.

Câmbio –  O câmbio manual de 4 velocidades com alavanca no assoalho, tinha engates precisos e macios, e exigia pouca manutenção.

Retomadas e ultrapassagens – Com um motor elástico com muito fôlego que respondia muito bem ao pedal do acelerador, era seguro e confiável.

Consumo –  Para um modelo V8 pesando 1460 kg, fazer 5 km/l na cidade, era uma grande virtude para a época, mais detalhes na ficha técnica no final do post.

Acabamento Externo

Faróis –  Redondos de lentes boleadas, embutidos com recuo;

Setas dianteiras – Embutidas atrás da grade de ar do motor;

Para – choques –  Em largas lâminas de aço carbono cromados;

Faróis de neblina – Não;

Grade de ar do motor – Personalizada, com frisos na horizontal, cromada;

Retrovisores Externos – Redondos cromados;

Frisos – Fina faixa lateral adesiva – no final o Logo “Dart De Luxo”;

Rodas – Tradicionais família Dodge, com cromo;

Maçanetas – Cromadas;

Logo – “Dodge”, na tampa do porta – malas;

Lanterna Traseira – Em cor única com luz de ré;

Bagageiro – Não;

Teto Solar – Não;

Limpador do vidro traseiro – Não;

Acabamento Interno e Instrumentos

Painel – Com mostradores em escala circular;

Conta – giros – Não;

Acabamento do painel – Metal e couro marrom e preto, com detalhes cromados;

Volante – De três raios, coma acabamento em couro;

Sistema de som – Sim;

Ventilador – Sim;

Ar – condicionado – Opcional;

Ar –  quente – Sim;

Luz de leitura – Não;

Relógio – Analógico, no centro do painel;

Acendedor de cigarros – Sim;

Cinzeiro – Sim;

Acionamento dos vidros – Manual basculante;

Sistema de travamento das portas – Mecânico;

Ajuste dos retrovisores externos – Manual;

Acabamento dos bancos – Em couro;

Acabamento das portas – Em couro e detalhes cromados;

Luz de Sinalização no rodapé das portas – Não;

Banco traseiro – Sem acessórios;

Encosto de cabeça – Não;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro – Não;

Assoalho – Acarpetado;

Porta-malas – Em tecido feltro;

Ficha Técnica – Dodge Dart De Luxo 1977

Carroceria – Cupê;

Porte – Grande;

Portas – 2;

Motor –  LA 318 5.2;

Cilindros – 8 em V;

Válvulas por cilindro – 2;

Posição – Longitudinal;

Combustível – Gasolina;

Potência – 198 cv;

Peso Torque – 35,2 kg/kgfm;

Cilindrada – 5212 cm³;

Torque máximo – 41,5 kgfm a 2400 rpm;

Potência Máxima – 4400 rpm;

Tração – Traseira;

Alimentação –  Carburador;

Direção – Hidráulica;

Câmbio – Manual de 4 velocidades com alavanca no assoalho;

Embreagem – Monodisco a seco;

Freios – Freio a disco nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;

Peso – 1460 kg;

Suspensão dianteira – Independente, Braços sobrepostos – Barra de torção;

Suspensão traseira – Eixo rígido – Feixe de mola semielipticas;

Comprimento – 4960 mm;

Distância entre-eixos – 2820 mm;

Largura – 1810 mm;

Altura – 1390 mm;

Aceleração de 0 a 100 – 12 Segundos;

Velocidade máxima – 175 km/h;

Consumo: Cidade 5 km/l – Estrada 8 km/l;

Autonomia: Cidade 310 km – Estrada 496 km;

Porta malas – 436 Litros;

Carga útil – 430 kg;

Tanque de combustível – 62 Litros;

Valor atualizado Aproximado – R$ 189.832,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária – Não possui nenhum parâmetro real do mercado atual.

O Motor Tudo, NÃO trabalha com nenhum tipo de comércio de carros, apenas faz matérias sobre a história de carros clássicos brasileiros.

Deixe uma resposta