Chevette SL 1.4 1979 reinado absoluto no final da década

Em época de gasolina em alta, e com poucas opções de compactos confortáveis no mercado, ele entregava uma estrutura moderna e muita economia

Sem um sedã compacto três volumes no mercado nacional, o Chevette SL 1.4 1979 reinava absoluto, a Ford tinha como modelo de entrada a versão L do novo Corcel, a Volkswagen ainda trabalhava com a família refrigerada a ar no seguimento dos compactos, o Voyage só chegaria em 1981, e o Fiat Oggi chegaria apenas 4 anos depois, sendo assim, o Chevette reinava absoluto no mercado dentro de seu segmento.

Custando menso que um Corcel II e um VW Passat, e um pouco mais que o VW Brasília, o Chevette SL, era um modelo na medida certa para a classe trabalhadora, confortável, com um acabamento interno que para a época, estava a frente do mercado dos compactos populares.

No último ano da de cada de 1970 o Chevette SL 1979, esteve entre os 5 modelos nacionais mais emplacados, também foi considerado pelas revistas especializadas da época, como o sedã três volumes mais elegante do Brasil.

Desempenho

Equipado com motor Chevrolet 1.4, entregava 69 CV de força, chegando a ótimos 150 KM/h de velocidade final, um número respeitável, para um compacto nacional;

A confiabilidade do conjunto motor e câmbio também era um ponto positivo;

Outro ponto que agradava muito no Chevette, era a caixa de direção, mesmo sem sistema hidráulico, era muito macia em manobras e precisa na estrada;

O baixo consumo de combustível, também chamava a atenção para a época, no auge da crise do petróleo, o Chevette fazia bonito com 14,6 KM/L na estrada;

O conjunto carroceria, chassis e suspensão, entregava segurança e conforto, com um peso muito bem distribuído;

O ponto negativo, ficava para a pouco elasticidade do motor, ma cidade, se o motorista, não trocasse as marchas no tempo certo, poderia ter problemas de queima de óleo após algum tempo de uso.

Acabamento Externo

Frente com faróis redondos de lentes boleadas, embutidos com recuo;

Grade de ar bi-partida embutida no capô dianteiro;

Para – choques em lâminas de aço cromadas;

Setas dianteiras posicionadas abaixo do para – choque;

Retrovisor de plástico, com ajuste manual;

Adesivo lateral em toda a extensão do carro;

Maçanetas metálicas;

Rodas de aço tradicionais família Chevette;

Lanternas traseiras bicolor, com luz de ré.

Acabamento Interno

Painel com acabamento em imitação de madeira Jacarandá;

Mostradores básicos, de fácil visualização;

Volante de 4 raios de plástico injetado;

Acabamento das portas em vinil com detalhes em imitação de madeira;

Ventilador;

Acendedor de cigarros;

Cinzeiro;

Acabamento dos bancos em tecido aveludado;

Bancos dianteiros, com encosto de cabeça embutido;

Assoalho e porta malas acarpetados.

Ficha Técnica Chevette SL 1979

Carroceria Sedã;

Porte MédioCompacto;

2 portas;

Motor Chevrolet 1.4;

Cilindros 4 em linha;

Longitudinal;

Tuchos Mecânicos;

Tração Traseira;

Combustível Gasolina;

Carburador;

Direção simples;

Câmbio manual de 4 marchas;

Embreagem monodisco a seco;

Freios a disco sólido nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;

Peso 904 KG;

Potência 69 CV;

Potência Máxima 5800 RPM;

De 0 a 100 – 17,4 Segundos;

Velocidade máxima 150 KM/h;

Consumo Consumo na Cidade 9,3 KM/L – Estrada 17,4 KM/L;

Porta malas 321 Litros;

Carga útil Não Informado;

Tanque de combustível 45 Litros;

Preço atualizado R$ 56.831,00;

Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária.

Motor Tudo – Chevette SL 1979

Carros Clássicos Brasil – Chevette

Deixe uma resposta