Caravan Comodoro SL/E 4.1 1988 uma versão intermediária que mais parecia top de linha

A SW da Chevrolet em sua versão intermediária, oferecia opcionais que a deixavam praticamente no mesmo patamar da versão Diplomata e ainda era equipada com o motor 4.1/S

No final da década de 1980, o reinado da SW de grande porte da Chevrolet, era absoluto, o modelo mais próximo era o VW Santana Quantum GLS, um modelo médio inferior em potência e equipamentos de luxo, a versão Caravan Comodoro SL/E 4.1 1988, oferecia conta – giros, trio elétrico, ar – condicionado, direção hidráulica e o eficiente motor de 6 cilindros 4.1/S da família Opala.

A versão Caravan SL/E, ainda oferecia um item de luxo exclusivo da família Opala da época, zona de ar – condicionado para o banco traseiro, duas graddes de ar, saiam do console próximo ao assoalho, apontando para o banco traseiro, dando a opção para os passageiros de acionar, ou até direcionar o fluxo do ar.

Desempenho

O motor Chevrolet 4.1 de 6 cilindros Cód 250, acompanhava a família Opala desde o início da década de 1970, mas no passar dos anos, recebeu atualizações e importantes upgrades, entre eles, câmbio mais eficiente e atualizado, ignição eletrônica, alternador de alta capacidade, sem contar atualizações em componentes mecânicos internos do motor;

Na cidade era confortável de dirigir, o câmbio manual de 4 velocidades exigia poucas trocas em áreas urbanas, os engates eram macios e muito eficientes;

Na estrada era um verdadeiro navegador silencioso, se mantendo sem oscilação por longos períodos em velocidades acima de 150 KM/h;

Seguro e eficiente em retomadas e ultrapassagens, indo de 0 a 100 em respeitáveis 11,3 segundos, basicamente o desempenho de um esportivo da época;

O conjunto carroceria, chassis e suspensão era único, oferecia segurança com muita eficiência em curvas de alta, mesmo com uma suspensão macia, não perdia a estabilidade;

O ponto negativo ficava para o consumo de combustível, na versão a álcool 3,8 KM/L na área urbana, era o nacional mais beberrão, conforme ficha técnica abaixo.

Acabamento Externo

Frente com conjunto de lentes trapezoidais, abrigando em uma mesma lente, farol, luz de longo alcance, no mesmo alinhamento da grade de ar do motor;

Para-Choques em aço carbono na cor grafite, com cantoneiras de plástico;

Friso lateral emborrachado , com o logo “Comodoro SL/E”;

Maçanetas embutidas na cor grafite;

Rodas de liga leve exclusivas 195/70 R14;

Retrovisores satélites, na cor do carro, com controle interno mecânico, elétrico – opcional;

Bagageiro esportivo na cor grafite;

Limpador de vidros traseiro;

Lanternas traseiras tricolor, tradicional família Caravan;

Logo 4.1/S na tampa do porta malas.

Acabamento Interno

Interior em tons cinza e azul;

Painel com mostradores de fácil visualização + conta-giros;

Volante estilo executivo espumado de três raios;

Ajuste de altura do volante;

Acabamento de portas e bancos em fino tecido aveludado;

Encosto de cabeça com regulagem de altura nos bancos dianteiros;

Ajuste dos retrovisores interno elétrico;

Rádio toca fitas digital;

Acendedor de cigarros;

Cinzeiro no console da alavanca do câmbio;

Ventilador;

Ar – quente;

Ar- condicionado – Opcional;

Vidros e travas elétricas;

Luz de leitura nos bancos dianteiros;

Desembaçador elétrico do vidro traseiro;

Assoalho e porta malas acarpetados.

Ficha Técnica – Caravan Comodoro Sl/E 4.1/S 1988

Carroceria SW;

Porte Grande;

2 portas;

Motor 4.1 Cód 250;

Cilindros 6 em linha;

Longitudinal;

Tuchos Hidráulicos;

Tração Traseira;

Combustível Álcool;

Carburador;

Direção Hidráulica;

Câmbio manual de 4 marchas;

Embreagem monodisco a seco;

Freios a disco ventilado nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;

Peso 1364 KG;

Potência 135 CV;

30 kgfm – 2000 rpm;

Potência Máxima 4000 RPM;

De 0 a 100 – 11,3 Segundos;

Velocidade máxima 176,4 KM/h;

Consumo na Cidade 3,8 KM/L – Estrada 6,6 KM/L;

Autonomia: Cidade 319,2 – Estrada 554,4;

Porta malas 774 Litros;

Carga útil 500 KG;

Tanque de combustível 84 Litros;

Motor Tudo – Caravan Comodoro SL/E 4.1/S 1988

Carros Clássicos Brasil – Carvan

Deixe uma resposta