Landau 1983 a álcool o último ano de produção

Landau 1983 a álcool o último ano de produção do gigante de luxo da Ford

O início da década de 1980, foi marcada pelo fim da era dos gigantes de luxo e esportivos, sendo descontinuado o último modelo Ford, o Landau 1983 a álcool, modelos como Maverick, Dodge Dart, Dodge Cherge, Galaxie / Landau, não aguentaram a crise do petróleo, e o auto custo da indústria automobilística brasileira, os únicos sobreviventes foram o Opala e Alfa Romeo 2300 Ti.

A chegada dos médios, de luxo e esportivos, abriram uma nova era no mercado nacional, Ford Del Rey, Corcel II, Ford Escort, Monza sedã e Hatch, e em 1984 o VW Santana, sem contar o já consagrado VW Passat, veículos com custo de produção e consumo de combustível, reduzidos em comparação aos modelos de grande porte dos anos 1970.

No último ano do Landau, a montadora foi corajosa e lançou a versão a álcool, sem medo de ser feliz, para quem não viveu a época, os modelos a álcool eram problemáticos, de difícil partida a frio, consumo muito elevado, e em muitos casos mesmo com o motor já aquecido o carro virava uma verdadeira pipoqueira, mas esse não foi o caso do Landau 1983, equipado com botão de afogador e injetor elétrico de gasolina direto no carburador, incrivelmente o sistema foi eficiente, bastava aquecer o gigante por alguns minutos na garagem, sair em primeira marcha lentamente por alguns metrôs e ele já estava aquecido e pronto para o glamour.

Na cidade o consumo era praticamente o mesmo, mas na estrada consumia 1,5 KM/L a mais que a versão a gasolina. “Ficha Técnica com números no final do post”.

Desempenho

  • O motor Ford Windsor 302, 5.0 V8, era uma verdadeira usina de força, dando ao carro fôlego suficiente para empurrar suas quase duas toneladas e ainda ser relativamente ágil na estrada e na cidade;
  • As manutenções preventivas eram quase constante, água e óleo de motor, deveriam ser verificadas diariamente;
  • O câmbio automático, com tecnologia dos anos 1970, entregava conforto, mas em retomadas e ultrapassagens era de desempenho modesto, principalmente com motor ainda frio;
  • Largo e pesado, com uma suspensão de feixes de mola, na estrada em altas velocidades dava a impressão de um grande barco, navegando silenciosamente, gostoso e confortável para dirigir;
  • Em curvas de alta o motorista deveria sempre ficar atento, ao contrário dos carros europeus de médio porte, fazer curva em velocidades acima de 70 Km/h era uma verdeira aventura.

 

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Acabamento Externo

  • Frente com faróis duplos redondos na horizontal, com lentes boleadas, embutidos com recuo;
  • Setas dianteiras embutidas no para – lama;
  • Logo “Álccol” na lateral do para – lama;
  • Para – choque em largas lâminas de aço cromados;
  • Retrovisores metálicos, cromados, pequenos para um carro muito grande;
  • Rodas de aço tradicionais Ford 215/70 R15, com grandes e elegantes calotas cromadas;
  • Pneus de faixa branca;
  • maçanetas cromadas;
  • Teto em vinil prata fosco;
  • Friso lateral cromado em toda a extensão do carro;
  • Lanternas traseiras quadradas na horizontal, em cor única, com luz de ré;
  • Logo “Landau” na lateral da capota em vinil.

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Acabamento Interno

  • Painel em escala horizonte, estilo USA + relógio analógico;
  • Radio toca fitas AM/FM;
  • Volante de plástico injetado, de 4 raios, estilo executivo;
  • Alavanca do câmbio na coluna de direção;
  • Ar – condicionado;
  • Ventilador;
  • Ar – quente;
  • Acendedor de cigarros;
  • Cinzeiro embutido no painel;
  • Acabamento de portas em vinil preto, com detalhes em madeira Jacarandá;
  • Acabamento dos bancos em tecido aveludado;
  • Banco traseiro com apoio para o braço;
  • Acionamento dos vidros, manual basculante;
  • Cinzeiros cromados, nas portas traseiras;
  • Luz de sinalização no roda pé das portas;
  • Assoalho e porta malas acarpetados.

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Ficha Técnica

  • Carroceria sedã;
  • Porte Grande;
  • 4 portas;
  • Motor Windsor 302 5.0;
  • Cilindros 8 em V;
  • Longitudinal;
  • Tuchos Hidráulicos;
  • Tração Traseira;
  • Combustível Álcool;
  • Carburador;
  • Direção Hidráulica;
  • Câmbio automático de 3 marchas;
  • Embreagem monodisco a seco;
  • Freios a disco sólido nas rodas dianteiras e tambor nas rodas traseiras;
  • Peso 1854 KG;
  • Potência 154 CV;
  • Potência Máxima 4200 RPM;
  • De 0 a 100 – 14,5 Segundos;
  • Velocidade máxima 160 KM/h;
  • Consumo Consumo na Cidade 3,2 KM/L – Estrada 5,5 KM/L;
  • Porta malas 400 Litros;
  • Carga útil Não informado;
  • Tanque de combustível 107 Litros;
  • Preço atualizado R$ 133.854,00;
  • Valor atualizado aproximado se refere apenas a uma estimativa de quanto o carro custaria hoje Zero Km na concessionária.

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection

Imagens Pastore Car Collection


Motor Tudo – Landau 1983 a Álcool

Carros Clássicos Brasil –  Landau

Landau 1983 a álcool o último ano de produção
5 (100%) 1 vote

Deixe uma resposta