Fiat Uno CS 1984 ótima opção entre os pequenos nos anos 80


Ele chegou ao mercado juntinho com o Escort GL, apesar de seus atributos, gerou muita desconfiança por parte dos brasileiros.


Em 1984 a guerra entre Fiat Uno CS e Ford Escort GL estava declarada, aproveitando a falta de upgrade no GOL LS que ainda era refrigerado a ar, e do Chevette hetch que também tinha uma mecânica que para a época estava ficando ultrapassada, o Uno CS teve espaço para trabalhar.

O Uno nasceu com dois motores, um a gasolina que era o mesmo do Fiat Spazio 1300 e o mesmo câmbio, e o motor a álcool italiano 1.4, na versão a álcool o carro realmente era muito bom, tinha um câmbio longo, nível de ruido interno baixo, porém na versão a gasolina deixava muito a desejar, era barulhento e amarrado, só em 1986 que toda a linha Uno deixou de usar os componentes 147.

Ainda falando da principal e mais eficiente versão a álcool, ele só perdia para o Escort GL na estrada em subidas, ou com carga máxima, 5 adultos e porta malas cheio, neste caso o carro perdia muita força. Exemplo, se você vinha em uma reta em 5ª marcha a 100 KM/h e iniciava uma subida, teria que reduzir para 4ª e em muitos casos para a terceira, já o Escort GL suportava melhor subidas mesmo com carga máxima na estrada.

Mas nas cidade ou mesmo na estrada sem muito peso, o Fiat Uno a álcool tinha um desempenho surpreendente, esticava bem as marchas sem forçar o motor, tinha um câmbio de engates relativamente macio e eficiente.

Melhor aerodinâmica do Brasil ao lado do Passat, o Uno tinha um designer inovador, o carro era muito bem trabalhado em sua aerodinâmica, mesmo com piso pouco abrasivo e em curvas de alta, o novo hatch da Fiat era seguro e muito eficiente.

A posição de dirigir também era um pouto a seu favor, o carro tinha a distância do solo um pouco maior que de seus concorrentes direto, e um banco mais alto.

Outro detalhe que sempre chamou a atenção foi a eficiência do painel, com mostradores de fácil visualização e comando próximos ao volante.

Uma observação ainda sobre o painel, curiosamente a Fiat andou na contramão, as versões até 1988 tinham painel completo, depois passaram a ter painéis mais simples, com menos instrumentos.



Fiat Uno CS 1984 ótima opção entre os pequenos nos anos 80
5 (100%) 1 vote

Deixe uma resposta